Regional

54398

VÍDEO: Justiça barra evento com 2 mil pessoas com Bolsonaro em Prudente

Decisão implica em R$ 10 milhões em multa

PRESIDENTE PRUDENTE - O juiz Darci Lopes Beraldo proibiu nesta quarta-feira (28) a realização de um evento para recepcionar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), em Presidente Prudente (SP), previsto para o próximo sábado (31).

A Prefeitura havia autorizado a realização da recepção para até 2 mil pessoas em um centro de eventos municipal. Após a decisão judicial, cancelou o aval.

O juiz entendeu que as regras sanitárias do Estado de São Paulo para o enfrentamento da pandemia da Covid-19 – que autorizam a ocupação de até 60% de estabelecimentos – não permitem a realização de eventos do tipo.

O Plano São Paulo, que estabelece essas regras, autoriza ocupação de 60% dos estabelecimentos e veda atividades com aglomerações de pessoas.

Na liminar, Beraldo acatou um pedido formulado pelo Ministério Público do Estado de São Paulo (MPE-SP) contra a realização do evento e ainda estipulou uma multa de R$ 2 milhões à Prefeitura em caso de eventual descumprimento da decisão judicial.

Segundo a Prefeitura, a agenda oficial de Bolsonaro em Presidente Prudente prevê, no sábado (31) pela manhã, a inauguração do credenciamento do Hospital Regional do Câncer – que passou a adotar o nome de Hospital de Esperança – ao Sistema Único de Saúde (SUS).

Ainda segundo a Prefeitura, depois de participar da atividade no hospital, Bolsonaro seria recepcionado no Recinto de Exposições da cidade em um evento organizado por entidades ruralistas.

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole