Polí­tica

52726

Entidades do Comércio fazem coleta de assinaturas para projeto de flexibilização de atividades

Há listas com coleta de assinaturas em vários locais da cidade

OSVALDO CRUZ - Lideranças do setor dos salões de beleza e alguns comerciantes, com apoio da Associação Comercial e Empresarial de Osvaldo Cruz, coleta assinaturas para documentar um projeto de lei de iniciativa popular para flexibilização do comércio da cidade.
 
Desde que o Plano São Paulo de enfrentamento à pandemia colocou Osvaldo Cruz duas vezes na fase mais restritiva da pandemia, a Vermelha, o setor considera ser o mais prejudicado pela política do Governo do Estado. Lojas chamadas de não essenciais, salões de beleza, academias, bares e restaurantes são os que mais tiveram problemas de restrição.
 
Na semana passada houve um protesto em Osvaldo Cruz no qual os empresários pediram apoio das autoridades locais para uma saída.
 
Houve um protesto por ruas do centro, depois na Prefeitura com término na Câmara Municipal, onde inicialmente os vereadores haviam concordado com um projeto de lei para considerar todas as atividades econômicas como essenciais.
 
Depois disso houve uma mudança na tramitação da proposta. Ao invés dos vereadores serem os autores do projeto de lei, agora a iniciativa será popular. 
 
Em vários locais da cidade há listas para a coleta de cerca de 1.300 assinaturas, que vai legitimar a autoria da flexibilização. Depois disso, o projeto ainda tem que ser aprovado pelos vereadores.
 
Há listas com coleta de assinaturas em vários locais da cidade e nesta manhã a também aderiu à iniciativa como ponto para coleta de assinaturas para o projeto de flexibilização do comércio.
 
A respeito do assunto ouça a prefeita Vera Morena.
 
“Durante uma visita a Câmara Municipal, foi decido fazer um abaixo-assinado para verificarmos a porcentagem e podermos recolher as assinaturas. Mas esse documento será refeito, porque apenas pessoas com o título de eleitor podem assinar”.
 
A Prefeita disse que vai assinar como um ato democrático e espera que a população faça o mesmo. “Vamos apoiar essa iniciativa para que eles consigam fazer o projeto de lei e retornar com seus trabalhos”.
 
Um funcionário ficara disponível na entrada da prefeitura municipal para recolher essas assinaturas.
Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole