Variedades

50694

Zoológico faz 'lives' e mostra animais para 'matar saudade' na quarentena em SP

Parque Zoológico Voturuá fechou para visitantes devido às medidas de prevenção de transmissão do novo coronavírus.

SÃO VICENTE - Não são só os moradores e turistas que sentem falta da visitação liberada no Parque Zoológico Voturuá em São Vicente, no litoral de São Paulo, fechado desde o início de março por conta da pandemia do novo coronavírus. Ramón, o hipopótamo de 16 anos, sente falta da atenção dada pelos olhos curiosos dos visitantes e, para driblar a distância, o parque vem contando com a ajuda de transmissões ao vivo pelas redes sociais.
 
Ramón está no parque desde os oito meses de idade, quando desmamou da mãe, que se encontra no Zoológico de Sorocaba, no interior paulista. De acordo com o coordenador do parque, Cristiano Marques, os funcionários perceberam que a falta do público foi sentida pelo animal.
 
“No caso do Ramón, a estrela do parque, ele gosta da agitação e da atenção. O comportamento dele mudou um pouco devido à falta de público, fica mais quieto que o normal”, conta.
 
O coordenador explica que apesar da mudança de humor, a ‘tristeza’ não afetou a rotina alimentar do hipopótamo, que segue se alimentado normalmente.
 
O público também sentiu falta e pediu ao parque, pelas redes sociais, por atualizações sobre os animais. Então, surgiram as transmissões ao vivo para mostrar como eles estão sendo cuidados e matar as saudades do espaço. “A ideia das lives é que a gente possa mostrar ao público em geral como estão os animais pois, como estamos em sistema de rodízio, as pessoas podem pensar que eles estão abandonados, mas não estão”, diz o coordenador.
 
Além disso, as ‘lives’ também servem para passar informações sobre o tratamento, dieta e outras curiosidades sobre animais e, é claro, entreter. “Pelo menos uma vez por semana, estamos mostrando a alimentação dos animais. Estamos planejando um tour pelo parque também”, diz Cristiano. “O feedback é muito positivo.”
 
Reabertura
 
O parque está fechado desde março como medida de isolamento social enquanto durar a pandemia do novo coronavírus, para evitar aglomerações. Nos meses de junho e julho, a média de visitantes é de cerca de 30 mil pessoas por mês. De acordo com o plano de flexibilização das medidas do Estado, o local está na última fase de abertura, ainda sem previsão para acontecer.
 
“Esperamos que isso [pandemia] passe logo, para que possamos reabrir e receber as famílias para passarem um dia gostoso aqui pelo parque com os animais. É para isso que esse lugar existe.”, finaliza
 
Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole