- Atualizado em 16:00

Variedades

52839

Após perícia, polícia não encontra provas para incriminar PC Siqueira por pedofilia

Youtuber é investigado por prática do crime de pedofilia.

SÃO PAULO - Investigado pelo crime de pedofilia, PC Siqueira, youtuber, saiu ileso da perícia realizada pela Superintendência de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SPTC), da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, em seu computador, HD externo, celular, videogame e outros dispositivos eletrônicos. Os relatórios apontam que não foi encontrada nenhuma evidencia que possa incriminar o youtuber. 

 

Em todos os relatórios expedidos pelo Instituto de Criminalística a resposta dos peritos é a mesma: PC não armazenava ou compartilhava fotos ou vídeos de conteúdo pornográfico de menores de idade, não teve conversas com outras pessoas sobre o tema e tampouco fez buscas em sites de pesquisas a respeito do assunto. 

 

O único documento em que o tema pedofilia foi encontrado estava no computador de PC Siqueira. Em uma conversa, que a perícia não conseguiu identificar a data exata - entre 2008 e 2011 -, o youtuber teclava com uma garota identificada como Vanessa pelo aplicativo QQ, bastante popular no início dos anos 2000.

 

No papo, os dois flertavam de maneira suave e a conversa, em nenhum momento, enveredou para o teor sexual. As duas frases destacadas neste relatório, escritas por PC, foram “Na verdade, eu sou pedófilo”e “Tenho essas coisas para atrair menores de idade.” Ambas, no entanto, foram extraídas de um contexto irônico. 

 

A primeira frase foi escrita por PC após Vanessa dizer que sua carteira tinha desenhos de bichos e mostrar para o youtuber a cópia de seu antigo RG, de quando ainda era menor de idade. Já a segunda foi dita após PC mostrar seu quarto à paquera, usando sua webcam. Ela identificou alguns brinquedos no local, e ele brincou dizendo que eram para atrair menores de idade.

 

Estas foram as únicas frases encontradas em todos os dispositivos analisados pela Polícia Técnico-Científica, que também detectou a existência do programa CCleaner, que apaga todas as pesquisas feitas em navegadores de internet. Porém, a última vez em que PC o ativou foi em dezembro de 2009.

 

Um telefone celular da marca Samsung também foi submetido à análise, e a polícia não conseguiu fazer uma varredura sobre o histórico de busca nos navegadores disponíveis no aparelho. 

 

Revestir 349 (variedades) - 24/02/2021

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole