Tv, Teatro e Música

44770

Ex-apresentadora do ‘Vídeo Show’ aponta racismo em demissão da Globo

Alinne Prado foi, até agora, a única negra a comandar a atração vespertina; emissora afirma que a acusação 'não procede’

RIO DE JANEIRO - Alinne Prado, que atuou como repórter e apresentadora do Vídeo Show por dois anos, afirmou que vê racismo na sua demissão da Globo, no ano passado. “Apesar de ser a primeira negra a sentar na bancada do programa, fui demitida sob justificativa de que, apesar de gostarem muito do meu trabalho, precisavam de alguém mais ‘neutro’ (sic) do que eu”, disse no Instagram.

“E como estavam passando por uma crise, eles precisavam enxugar o quadro de repórteres (que depois da minha saída aumentou). Nunca falei disso publicamente, mas me dói demais ver isso acontecer. São as chibatadas contemporâneas. Não nos deixam ocupar a sala da casa grande, por mais qualificados que sejamos.”

O comentário de Alinne foi feito em resposta a uma publicação da colunista Patricia Kogut, do jornal O Globo, que dava nota zero para a escalação das ex-BBBs Vivian Amorim e Fernanda Keulla, como apresentadoras, e Ana Clara, como repórter, no programa.

Nos comentários, uma pessoa reclamou que faltava diversidade na atração e mencionou Alinne. Nos Stories (seção com fotos e vídeos que são apagados depois de 24 horas de publicação), a apresentadora colocou um print de sua resposta e disse: “Resolvi responder. E conto com o apoio de vocês, é isso que tem me fortalecido”.

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole