Tecnologia

40906

Marília: MP determina lacração das rádios Clube e Itaipú

Retirada da programação das emissoras do ar teria sido motivada por infringir a lei de concessões

MARÍLIA - Uma determinação judicial lacrou na tarde de ontem (8) as rádios Clube AM e Itaipú FM de Marília. A retirada da programação das emissoras do ar teria sido motivada por infringir a lei de concessões após um arrendamento para a empresária Daniele Alonso, filha do prefeito Daniel Alonso (PSDB).

Segundo apurou a reportagem do Jornal da Manhã, por volta das 15 horas, oficial de Justiça, acompanhado de policiais militares e federais, foi até a sede das rádios, localizada na avenida Carlos Artêncio, com mandado judicial em mãos e determinou a lacração das emissoras.

A retirada das rádios do ar teria sido motivada por uma ação do Ministério Público Estadual que apura o arrendamento da concessão das duas emissoras, que infringe o Decreto Presidencial 52.795 que regulamenta a radiodifusão no Brasil.

A reportagem do Jornal da Manhã tentou mais informações com o MP, mas o órgão está funcionando apenas em esquema de plantão devido ao feriado prolongado da Independência.

Contato telefônico também foi tentado com a proprietária das Emissoras Coligadas, que engloba as rádios Clube e Itaipú de Marília, Luciane Ferreira, mas até o fechamento desta edição não houve retorno.

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole