- Atualizado em 11/07/2018 05:23

Saúde

44646

Santa Casa volta a atender pacientes do Cisap

Prefeito de Sagres diz que municípios quitaram débitos, mas há casos ainda críticos como os de Salmourão e Pracinha

OSVALDO CRUZ - Uma semana depois da polêmica gerada pela suspensão de atendimento dos pacientes pela Santa Casa de Osvaldo Cruz para exames de imagem aos pacientes do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Alta Paulista (Cisap) devido a débitos dos municípios participantes para com o consórcio, o hospital anunciou hoje (10) a retomada dos serviços.

Isto porque o Cisap quitou o débito com a Santa Casa até março de 2018. Ainda resta o período de abril a junho, mas a diretoria do hospital entendeu ser possível os atendimentos. "A decisão do diretor da Santa Casa, o Émerson Bussola, é correta em suspender os atendimentos. Porque estavam atrasados os pagamentos desde dezembro do ano passado", destacou em entrevista coletiva, o prefeito de Sagres e presidente do Cisap, Ricaro Rived Garcia, ao mencionar que o hospital já havia notificado o consórcio sobre a suspensão dos serviços.

Segundo Garcia, "polêmicas à parte" (leia aqui sobre a polêmica entre o prefeito de Sagres e o de Osvaldo Cruz sobre o Cisap) houve conscientização dos prefeitos dos municípios participantes e alguns quitaram os débitos. "Foi o caso de Sagres, que pagou R$ 24 mil, Lucélia outros R$ 33 mil, Osvaldo Cruz R$ 10 mil e Inúbia Paulista mais R$ 7 mil. Anteriormente outros municípios já haviam quitado outros valores", mencionou.

Os piores casos são os de Salmourão e Pracinha, cada qual devendo valores já cobrados na Justiça e outros ainda a serem ajuizados. "Mesmo assim, a dívida que era de R$ 300 mil caiu bem (sem que o prefeito de Sagres indicassse valores) o que nos permitiu pagar a Santa Casa até março e quitar integralmente pelos serviços de outros médicos", mencionou Garcia.

Oftalmos e Ayala Cardin - matéria 3

Reunião na sexta

O presidente do Cisap confirmou que na próxima sexta-feira (13) haverá uma reunião na sede da Associação Comercial de Osvaldo Cruz para que os prefeitos deliberem sobre pedidos de desligamento de cidades como Rinópolis e Flórida Paulista.

"Nessa reunião iremos decidir sobre a saída ou não dos municípios, visto que pelo Estatuto, todos devem aprovar. E caso haja realmente o desligamento vamos rever o que cada cidade remanescente vai pagar para manutenção do Cisap", disse Ricardo.

O encontro está marcado para 14 horas do dia 13.

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole