Saúde

50798

Prefeitura de Adamantina desafia Justiça e Governo do Estado e manda comércio ficar aberto

Cidade tem 45 casos confirmados da Covid-19 com 4 mortes

ADAMANTINA - O Prefeito de Adamantina, Márcio Cardin, desafiou a Justiça que um dia antes determinou a volta do Município à fase Vermelha do Plano São Paulo de enfrentamento à pandemia da Covid-19 (a mais restritiva) e editou um novo decreto que permite a volta do funcionamento do comércio não essencial a partir de hoje (25), dentro da fase 2 (laranja), como vinha ocorrendo até então.

O novo decreto foi publicado nesta quarta-feira (24), data em que começou a vigorar a decisão judicial de anteontem (23), que determinou ao município a edição medida que alinhasse as condições de funcionamento do comércio e serviços às determinações do Plano São Paulo.

Em paralelo, a administração afirmou que vai ingressar ainda com um mandado de segurança junto ao Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo contra o decreto estadual do governador João Dória e pedir a reconsideração ao Poder Judiciário local para que reveja a decisão que determinou o fechamento do comércio não essencial.

O prefeito Márcio Cardin e o secretário municipal de Saúde, Gustavo Taniguchi Rufino, destacaram que dos cinco itens que são avaliados periodicamente pelo Plano São Paulo, e que determinam em que fase cada região se enquadram. Adamantina tem quatro indicadores da fase verde, e um indicador da fase amarela.

Gustavo citou ainda que o novo decreto e as medidas recursais têm embasamento em dados locais atualizados da Secretaria Municipal de Saúde, com os indicadores de casos e os planos de contingência adotados na atenção básica e na Santa Casa. “Estamos fazendo a nossa parte”, afirmou.

Como fica?

Segundo a Prefeitura de Adamantina, por meio do novo Decreto Municipal Nº 6.164 de 24 de junho de 2020, a Prefeitura de Adamantina autoriza a manutenção da retomada gradual do atendimento presencial, definida no Decreto Municipal Nº 6.154/20 de 30 de maio de 2020, inicialmente, das atividades imobiliárias; concessionárias; escritórios e o comércio.

Os setores funcionarão a partir desta quinta-feira com horário de atendimento reduzido às 6 horas ininterruptas, com início às 12hs e encerramento às 18hs e restrição de capacidade de atendimento.

Ainda conforme a Prefeitura, os demais setores continuam com as atividades suspensas até o dia 28 de junho de 2020. As medidas previstas no decreto poderão ser reavaliadas a qualquer momento, de acordo com a situação epidemiológica do município.

A situação de Adamantina é muito pior do que a de Osvaldo Cruz.

Enquanto aqui a Vigilância Epidemiológica confirmou a manutenção de 8 casos da Covid-19 nesta quarta-feira, dos quais 7 estão curados e não nenhum óbito, em Adamantina são 45 casos, com quatro mortes e um outro óbito a ser confirmado.

 

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole