publicado em 19/11/2013 - 06:41:43

Notícias - Saúde
 
22890

Audiência define hoje em SP se Santa Casa vai ficar aberta até o fim do ano

Amanhã tem audiência pública para avaliar rumo do hospital

Da Redação

 
 
Interagir: Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir
 

OSVALDO CRUZ - Dia importante hoje (19) para a Santa Casa de Osvaldo Cruz. Uma audiência em São Paulo, que terá as participações dos prefeitos de Osvaldo Cruz, Sagres e Salmourão na Secretaria de Estado da Saúde, vai definir se haverá ou não a liberação de uma verba de R$ 1,5 milhão.

O dinheiro é considerado primordial para a Santa Casa conseguir fechar o ano de 2013 e colocar em prática uma série de ações para permanecer aberta em 2014. Desde quinta-feira (14) a Santa Casa suspendeu as internações de novos pacientes por falta de pagamento de médicos.

O Pronto Socorro segue com atendimento normal. Os especialistas já não receberam salários do mês de outubro.
A Prefeitura de Osvaldo Cruz, principal mantenedora do hospital, alega não ter mais orçamento para arcar com as despesas.

O problema levou o Ministério Público da Comarca a entrar com uma ação nas últimas semanas para determinar que a Prefeitura e o Governo do Estado de São Paulo garantam o atendimento ou fechem o hospital sob pena de multa diária de R$ 50 mil.

Anteriormente o Estado chegou a sinalizar com a liberação da verba no valor de R$ 1,5 milhão entre recursos da Secretaria de Saúde, emendas parlamentares e recursos do programa Pró-Santa Casa.

A Secretaria de Estado da Saúde agora teria colocado impedimentos para a liberação dos recursos, o que inviabiliza o atendimento dos pacientes que precisam de internação.

De acordo com a Prefeitura, até setembro os salários de funcionários do hospital e 80% dos salários dos médicos foram pagos. Neste mês houve recursos apenas para pagamento dos salários de funcionários e alguns impostos. Já para pagamento dos médicos não há dinheiro.

Os pacientes que precisarem de internação desde quinta-feira estão sendo remetidos à central de vagas da Direção Regional de Saúde de Marília (DRS).

De acordo com a Prefeitura, o município já investiu este ano R$ 3,5 milhões  com recursos próprios este ano na Santa Casa.

O Governo Federal, através do Sistema Único de Saúde, teria contribuído com R$ 1,5 milhão  e Estado apenas com R$ 13 mil. Isto teria sido o motivo do problema da falta de dinheiro para fechar o ano de 2013

Dinheiro do Estado é primordial

O município aguarda a liberação de R$ 1 milhão de reais prometidos pelo Estado e mais três emendas parlamentares nos valores de R$ 260 mil no total, mas na prática não há previsão de chegada dos recursos.

No orçamento deste ano a previsão era de um custeio de R$ 1,6 milhão  e já foram suplementadas verbas que, juntas, somam R$ 3,5 milhões.

O diretor administrativo, Rafael Lanzoni, disse que a Santa Casa recebeu neste mês da Prefeitura  apenas R$ 177 mil.

O dinheiro foi suficiente para pagamento de salários de colaboradores e alguns impostos.

Não há recursos para pagamento dos médicos, cuja despesa é da ordem de R$ 250 mil (brutos).

Daí os médicos que prestam serviços no hospital resolveram suspender as atividades até que o impasse seja resolvido.

Desconto na conta de luz

No domingo houve uma assembleia defronte ao hospital onde foi apresentada à população algumas alternativas para manter a Santa Casa Aberta, entre elas, que cada imóvel de Osvaldo Cruz, Sagres e Salmourão doem R$ 10 para o hospital.

Somada a outras medidas, a saída seria suficiente para arcar com os R$ 600 mil reais por mês para a Santa Casa ficar com as portas abertas.

O diretor administrativo Rafael Lanzoni falou que é grande a expectativa dos 150 funcionários que dependem do hospital também para manter seus empregos.

Ao todo são 11 os médicos que ficaram sem receber os salários de outubro e 20% referentes ao mês de setembro.

A Santa Casa de Osvaldo Cruz tem hoje uma dívida estimada em R$ 10 milhões.

Amanhã (20) a partir das 20 horas haverá uma audiência pública na Câmara Municipal onde novamente o assunto será discutido. O encontro é aberto à população.
 

 


Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
 
 
 
 


Comentários

Notícias relacionadas


 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
Fechar
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole
Copyright © OCNET.COM.BR - Todos os direitos reservados.