Regional

50998

Prefeitura de Lucélia abre consulta pública para criação do Parque Municipal Salto Botelho

Plano Diretor de Desenvolvimento Turístico de Lucélia destaca potencialidades do Salto Botelho.

SALTO BOTELHO - A Prefeitura de Lucélia deve apresentar no dia 30 de julho, às 14h30, por meio de uma live em sua fanpage oficial, uma consulta pública para a criação do Parque Natural Municipal “Salto Botelho”. O local é uma referência na paisagem do município, sobretudo pela cachoeira, no curso do Rio Aguapeí.

O esforço da Prefeitura é institucionalizar o espaço natural e buscar meios para fazer os investimentos na recuperação do lugar e reafirmá-lo como marco turístico para a cidade e região, sobretudo diante do esforço para ter do Governo de São Paulo a classificação da cidade como Município de Interesse Turístico (MIT).
 
Sobre esse tema, tramita na Assembleia Legislativa o Projeto de Lei Nº 204/2019, de autoria do deputado Mauro Bragato, que busca essa certificação. No começo do ano o PL recebeu parecer favorável emitido pelo Grupo Técnico de Análise dos Municípios Turísticos (GAMT), órgão da Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo, certificando assim que a cidade atende aos requisitos legais para receber a certificação e investimentos no setor.
 
Plano diretor para o turismo
 
Na instrumentação documental e na propositura de políticas públicas para o turismo, foi elaborado o Plano Diretor de Desenvolvimento Turístico da cidade, onde o Salto Botelho é apresentado como o principal atrativo do município por sua beleza cênica, com grande potencial para o desenvolvimento de atividades como educação ambiental e ecoturismo. Integrado ao local há o Clube de Campo Max Wirth, também validado no Plano Diretor como uma área ampla com um grande potencial de se tornar um equipamento turístico.
 
Veja como as potencialidades do local são descritas no documento
 
Revitalização do Salto Botelho: O Salto Carlos Botelho apresenta-se como principal atrativo natural do município de Lucélia, com alto potencial para o desenvolvimento de esportes de aventura e projetos de educação ambiental, que poderá ser realizado em uma trilha que se estende ao longo da mata ciliar as margens do rio Aguapeí.
 
A proposta do projeto é que ocorra a revitalização e sinalização da trilha, para melhor locomoção dos turistas e a implantação de placas informativas sobre a fauna e flora desse ambiente. O local apresenta também, potencial para a construção de um mirante que proporcionará ao visitante uma contemplação da grande diversidade natural.
 
Revitalização do Clube Max Wirth: O Clube Mar Wirth é um dos recursos com maior potencial para o desenvolvimento da atividade turística no município de Lucélia, por estar localizado às margens do rio Aguapeí, próximo ao maior atrativo natural do município, o Salto Carlos Botelho e possuir uma rica história e reconhecimento como um dos melhores locais de lazer da comunidade, podendo se tornar um dos principais atrativos do município.
 
Porém, para que ele se torne o maior atrativo do município, deve-se haver um planejamento adequado para a utilização do espaço, de forma consciente e interligada, para que o meio ambiente e a comunidade ao entorno não sejam prejudicados com o fluxo de pessoas que ir utilizar o espaço.
 
O Clube apresenta grande potencial para o desenvolvimento da atividade, uma vez que a maioria dos visitantes de Lucélia vem ao município em busca do lazer, por dispor de grandes características para o desenvolvimento desta atividade, o clube proporcionará ao município uma nova perspectiva da atividade além de contribuir para o desenvolvimento econômico local.
 
Para que haja o funcionamento do Clube é essencial que seja realizada uma reforma no local, onde se iniciaria com reparos em sua infraestrutura, atrelando a conscientização ambiental, tendo como prioridade à preservação da natureza presente.
 
Desenvolvimento de atividades de Ecoturismo no Salto Carlos Botelho Prioridade do Projeto: O Ecoturismo pode ser considerado a melhor forma de se desenvolver a atividade turística em ambientes naturais, com o objetivo de gerar o mínimo impacto ao ambiente explorado e promover a sustentabilidade entre a comunidade a economia e o meio ambiente
 
A degradação ambiental tornou-se assunto de preocupação de toda a população, sendo decorrentes do crescimento urbano, que ocorre de forma desordenada.
 
A atividade turística mal planejada, também pode contribuir negativamente para o comprometimento da qualidade dos ambientes naturais explorados pelo turismo.
 
Com isso se torna muito importante que se haja um planejamento adequado do uso desses ambientes para o desenvolvimento da atividade turística no município, que por meio de atividades de ecoturismo, como educação ambiental com foco na conscientização da importância desses ambientes, para sensibilização do turista sobre a fragilidade desse recurso natural, que sofre com a degradação ambiental causada pelas ações do homem, além de proporcionar a recuperação de áreas já degradadas e efetivar a coleta seletiva.
Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole