- Atualizado em 17:45

Regional

53248

Prefeito de Tupã, Caio Aoqui, é acusado de furar a fila de vacinação contra a Covid-19 para favorecer namorada e sogros

A denúncia foi apresentada ao Ministério Público de forma anônima

TUPÃ - O prefeito de Tupã, Caio Aoqui, foi acusado de furar a fila de vacinação contra a Covid-19 para favorecer a namorada e os pais dela.

A denúncia foi apresentada ao Ministério Público de forma anônima. Um inquérito foi instaurado.

Na investigação, a Polícia solicitou a lista de pessoas que receberam a vacina contra a Covid-19 em Tupã e o nome da namorada do Prefeito e dos pais dela. Os nomes não apareceram na lista dos vacinados.

A Polícia concluiu que não houve favorecimento.

Agora, a Promotoria vai enviar os documentos ao Tribunal de Justiça de São Paulo, que vai decidir pelo arquivamento ou prosseguimento da investigação.

O prefeito considerou a denúncia um absurdo.

A lista com a identificação das pessoas vacinadas começou a circular em diversos grupos de WhatsApp, o que gerou revolta na população.

Neste documento aparecem os nomes de várias pessoas que supostamente não deveriam ter sido contempladas com a vacina.

Revestir 376 (regional) - 08/04/2021
Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole