Regional

41214

Polícia prende em Birigui um dos traficantes mais procurados do Estado

Edgarzinho e outros cinco foram detidos

BIRIGUI - O bandido Edgar dos Santos Silva, o Edgarzinho, 48 anos de idade, considerado um dos criminosos mais perigosos do Estado de São Paulo, foi preso pela Polícia Militar por tráfico de drogas.

Na chácara onde ele estava, às margens da rodovia Gabriel Melhado, em Birigui, a PM encontrou tijolos de maconha. Além de Edgarzinho, cinco pessoas foram presas.

A propriedade onde o grupo estava pertencia ao ex-presidiário Agnaldo Fernando de Oliveira, de 47 anos, o Agnaldinho, morto em agosto após troca de tiros com a Força Tática.

A ação, na ocasião, resultou na apreensão de aproximadamente 120 quilos de maconha e um de pasta base de cocaína, na rodovia Elyeser Magalhães, próximo à divisa com Santo Antônio do Aracanguá.

A PM descobriu uma negociação de drogas e, diante disso, três equipes foram até a chácara, chegando pelas principais vias de acesso e uma estrada de terra, para evitar que os acusados fugissem.

Os policiais observaram a movimentação, encontrando Edgarzinho, um artesão de 29 anos, um rapaz, de 27, bem como um pintor, 52, um repositor, 22 e um auxiliar, 34.

Todos estavam conversando, quando foram abordados. Nada de ilícito foi encontrado em poder deles e nos dois imóveis da propriedade.

Os PMs fizeram buscas nos quatro carros que estavam estacionados, encontrando dentro de um Palio 11 tijolos de maconha, que estavam debaixo do banco traseiro.

No Civic foram apreendidos outros 10 tijolos do entorpecente.

Em razão da chácara ser grande, os policiais solicitaram reforço do Canil.

Cães farejadores fizeram buscas e encontraram dois pontos que poderiam estar com droga enterrada.

Os militares cavaram os locais, localizando mais 20 tijolos.

Os acusados seriam levados para Birigui, entretanto, a PM optou apresentá-los no plantão policial de Araçatuba por questões de segurança.

Na unidade, foi descoberto que o rapaz de 27 anos usava documentos falsos por ser foragido da Justiça de Pereira Barreto, por ter um mandado de prisão preventiva por tráfico de drogas.

Edgarzinho fugiu da antiga cadeia de Araçatuba, que ficava na rua General Glicério, após ter sido preso acusado de participar do maior assalto ocorrido na região.

O crime foi em 1997 quando ele e seu bando roubaram R$ 1 milhão e 700 mil reais de uma empresa de segurança no bairro Santana.

O crime teria sido praticado por 13 pessoas e começou com o sequestro do gerente da empresa, sua esposa e três filhos do casal.

Em 2000, Edgarzinho chegou a fugir da penitenciária de Mirandópolis, mas em 2003 foi capturado em São Paulo.

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole