Regional

51504

O Centro Universitário de Adamantina (UniFAI) teve o balanço geral de 2018 julgado irregular pelo Tribunal de Contas do Estado

A sentença reconhece, também, a ocorrência de nepotismo.

ADAMANTINA - O Centro Universitário de Adamantina (UniFAI) teve o balanço geral de 2018 julgado irregular pelo Tribunal de Contas do Estado.

Entre as supostas falhas, o TCE pontua deficiência no controle de materiais pelo almoxarifado, horas extras habituais, aposentadoria compulsória de servidores com mais de 75 anos e ainda desacertos contábeis, além da atualização dos saldos da dívida ativa.
 
A sentença reconhece, também, a ocorrência de nepotismo na nomeação de Delcio Cardim, irmão do atual prefeito da cidade, Márcio Cardim, para o cargo de Pró-Reitor de Extensão. 
 
Por outro lado, sob prisma econômico-financeiro, a auditora reconheceu que a UniFAI apresentou um resultado favorável com superávit orçamentário de 15% em suas contas daquele ano.
 
O documento agora será encaminhado à Prefeitura de Adamantina (mantenedora da UniFAI) e à Câmara Municipal.
 
Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole