Regional

47793

Mulher de 37 anos morre vítima de dengue hemorrágica em Presidente Prudente, aponta Certidão de Óbito

Hellen Paula de Souza Estácio Malaquias, moradora do Residencial Itapuã em Prudente

PRESIDENTE PRUDENTE - A dengue hemorrágica foi apontada como uma das causas da morte de uma mulher, de 37 anos, que faleceu na noite desta sexta-feira (17), em Presidente Prudente.

Ela era moradora do Residencial Itapuã, na zona leste da cidade, e, quando foi hospitalizada, estava grávida, no oitavo mês de gestação. O bebê sobreviveu.

De acordo com a Certidão de Óbito atestada pelo médico Marcelo Guimarães Tiezzi, a morte de Hellen Paula de Souza Estácio Malaquias foi causada por edema agudo de pulmão, insuficiência renal aguda pré-renal, diátese hemorrágica, dengue hemorrágica e anemia aguda.

Em nota, o Hospital Regional (HR) informou que a paciente em questão deu entrada na unidade de saúde na tarde da última quarta-feira (15) e foi prontamente atendida pela equipe médica e multiprofissional.

A morte, segundo o HR, ocorreu às 19h30 da sexta-feira (17).

Ainda de acordo com o HR, a causa da morte está sob investigação laboratorial e a confirmação ou o descarte da suspeita de dengue será dada pela Vigilância Epidemiológica Municipal (VEM).

O HR também informou que o bebê, do sexo masculino, nasceu na quarta-feira (15) e recebeu alta na sexta-feira (17).

Ótica Veja 120 (regional) - 20/05/19

 

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole