Regional

52154

Ministério Público e Polícia Militar flagram festas clandestinas com alunos de medicina em Presidente Prudente

Segundo a Promotoria de Justiça, eventos foram organizados através de redes sociais e envolvidos devem ser processados por violação de norma sanitária

PRESIDENTE PRUDENTE - O Ministério Público do Estado de São Paulo (MPE-SP) e a Polícia Militar dispersaram duas festas clandestinas que eram realizadas em Presidente Prudente, nesta quarta-feira (2). Segundo a Promotoria de Justiça, os participantes do evento eram estudantes do curso de medicina.

Imagens cedidas pelo MPE mostram carros saindo de uma chácara. Os policiais militares também compareceram a outros dois lugares que foram denunciados à Promotoria. Porém, em um não tinha movimentação, enquanto no outro já havia poucas pessoas, que foram embora quando viram as viaturas.

Ainda conforme o MPE, os eventos eram divulgados pelas redes sociais. A PM registrou boletins de ocorrência sobre as situações encontradas na cidade e tanto os donos das chácaras quanto os organizadores das festas serão responsabilizados em inquérito criminal.

A Promotoria de Justiça informou que pretende processar os envolvidos por violação de norma sanitária, já que há a pandemia do novo coronavírus.

Nesta quarta-feira (2), o Ministério Público encaminhou para a Prefeitura de Presidente Prudente um ofício com uma série de recomendações e entre elas está a proibição da realização de festas.

Na última sexta-feira (27), a Promotoria e a Polícia Militar também barraram uma outra festa clandestina que seria realizada em uma chácara no Jardim Prudentino, às margens da Rodovia Júlio Budiski (SP-501).

Sobre festas clandestinas e aglomerações, a Prefeitura de Presidente Prudente informou à TV Fronteira, em nota, que depende da intervenção da Polícia Militar, mas que funcionários da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (Sedepp) e da Vigilância Sanitária fiscalizam estabelecimentos para garantir o cumprimento das normas previstas pelo município e pelo Estado, como horário de funcionamento, limite de ocupação e uso de máscara. Quando há irregularidades, o dono do local é notificado e autuado.

A Prefeitura informou também que tem até esta sexta-feira (4) para responder ao Ministério Público quanto às recomendações. O documento já está em análise pelas secretarias municipais de Assuntos Jurídicos e Legislativos e de Saúde.

O município reforçou que está negociando dez leitos na Santa Casa de Misericórdia de Presidente Prudente para atender aos moradores da cidade e que acompanha as tratativas entre Estado e o a Santa Casa e entre o Estado e o Hospital Regional do Câncer para a renovação de convênios que venceram no final de novembro.

De acordo com o mais recente boletim oficial divulgado pela Vigilância Epidemiológica Municipal (VEM), Presidente Prudente tem 7.527 casos confirmados de Covid-19 e já registrou 162 mortes decorrentes da doença.

Ainda conforme a VEM, existem 61 pacientes hospitalizados com Covid-19 na cidade e ainda outras 1.558 pessoas no aguardo dos resultados de exames para a confirmação ou o descarte do diagnóstico do novo coronavírus.

Universidade

Em nota à TV Fronteira, a Universidade do Oeste Paulista (Unoeste), instituição privada de ensino superior que possui a única faculdade de medicina de Presidente Prudente, alegou que tem atuado, desde o início da pandemia, com propostas que visam à conscientização da comunidade acadêmica quanto ao momento e à importância de atitudes dentro e fora do ambiente universitário.

Confira abaixo o posicionamento da universidade na íntegra:

“Temos atuado, desde o início da pandemia, com propostas que visam à conscientização de nossa comunidade acadêmica, quanto ao momento que estamos vivendo e a importância de nossas atitudes dentro e fora do ambiente universitário. Esse trabalho acontece em nossos canais de comunicação de forma contínua, nas aulas remotas e atividades presenciais, adequadas às orientações das autoridades de saúde, sempre incentivando medidas preventivas e protocolos de biossegurança. Quanto a acontecimentos externos, não é momento de relaxamento e estaremos sempre reforçando as orientações para que possamos superar esse momento com empatia e olhar de respeito ao próximo”.

 

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole