- Atualizado em 10:20

Regional

45733

Funcionárias da prefeitura de Tupã passam mal após comer salada com lagarta

Alimento foi comprado numa rede de supermercados

TUPÃ - Uma rede de supermercados está sendo acusada por funcionárias públicas municipais de Tupã de comercializar salada de brócolis e couve flor com lagartas.

O estabelecimento comercial foi informado sobre o problema, através de telefonema via Prefeitura, mas para a surpresa da reclamante Mônica Clesqui Mendonça, mais tarde outras cinco colegas de trabalho também haviam comprado do mesmo produto.

Revoltadas foram pessoalmente ao estabelecimento e constataram que a salada continuava sendo comercializada. “Uma delas vomitou e outras sentiram ânsia”, disse.

Segundo Mônica, um advogado de prenome Renato comentou que iria entrar com ação por danos morais. O Código de Defesa do Consumidor impõe ao fornecedor o dever de evitar que a saúde e a segurança do consumidor sejam colocadas em risco.

A reportagem entrou em contato com o advogado Renato Teixeira, mas ele negou que tivesse conhecimento do fato, e aconselhou que procurássemos o secretário de Governo Moacir Monari.

Por sua vez, Monari também afirmou que desconhecia o ocorrido, mas que provavelmente o advogado seria outro Renato, e não Renato Teixeira, impedido de advogar por exercer o cargo de secretário de Assuntos Jurídicos.

As funcionárias não souberam afirmar se alguém levou o caso ao conhecimento da Vigilância Sanitária. O setor responsável por esse tipo de fiscalização confirmou que nenhuma reclamação foi notificada.

O supermercado não se manifestou.

Revestir 26 (regional) 16/10/18

 

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole