Regional

41011

Durante 'aplicação de pesquisa', golpistas pedem ajuda para financiar estudos e arrancam dinheiro de vítimas

Oito pessoas foram presas por estelionato e associação criminosa. Indivíduos foram localizados pela Polícia Civil em Pirapozinho

PIRAPOZINHO - Oito pessoas, sendo duas mulheres de 22 anos e seis homens com idades entre 20 e 41 anos, moradoras do Estado de Sergipe, foram detidas pela Polícia Civil, em Pirapozinho, por estelionato e associação criminosa. Quatro vítimas foram identificadas, sendo dois homens, de 49 e 58 anos, e duas mulheres, de 75 e 76 anos. Os golpistas já teriam passado por Presidente Prudente, Presidente Bernardes, Santo Anastácio e Rancharia. O modus operandi dos indivíduos também foi identificado em crimes cometidos no Distrito Federal e nos estados de Mato Grosso do Sul e Ceará. O fato foi divulgado pela corporação nesta sexta-feira (15).

Uma das vítimas procurou a Delegacia da Polícia Civil, em Pirapozinho, e relatou que estava em sua residência, quando um rapaz “com boa dicção e aparência” chegou ao portão de sua casa e declarou que realizaria uma pesquisa.

Na sequência, conforme o Boletim de Ocorrência, o indivíduo iniciou uma série de questionamentos, tais como o tempo em que residia na cidade, se tinha filhos, o que achava da política municipal, até que passou a indagar se a vítima tinha algum preconceito “com pessoas de cor” e se tinha algum parente usuário de drogas.

Após todas as perguntas, o rapaz passou a referir-se como ex-dependente químico e contar que teve uma vida difícil. Entre outros relatos, disse ainda que precisava de um padrinho que pudesse patrocinar seus estudos, pois pretendia cursar o ensino superior e que precisava de ajuda financeira para tanto.

A situação “comoveu” a vítima, que se propôs a ajudar o rapaz, que respondeu que poderia ser feito o pagamento em seis vezes de R$ 113, cujo pagamento poderia ser realizado, inclusive, com cartão bancário. Outro indivíduo, então, chegou ao local com uma máquina de cartão e entregou à vítima um livro de medicina natural, um minidicionário e um mapa do Brasil, como “brinde” pela adoção de um “filho”, ainda segundo o registro policial.

Após a saída daqueles indivíduos, a vítima passou a desconfiar da atitude dos rapazes e suspeitou ter caído em um golpe e realizou pesquisas por conta própria na internet, verificando prisões de estelionatários em Brasília (DF), no Mato Grosso do Sul (MS) e no Ceará (CE), todos com o mesmo modus operandi.

Diante disso, a vítima comunicou os fatos a policiais civis, que passaram a realizar diligências, resultando na localização dos demais participantes da atividade criminosa, que trafegavam em uma van pelas vias da cidade.

 

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole