Polí­tica

3844

Lula sanciona reajuste para os aposentados

Medida frustra oposição

BRASÍLIA - Um dia após dizer que não faria qualquer "extravagância por conta do processo eleitoral", o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, contrariando toda sua equipe econômica, sancionou no início da tarde desta terça-feira o reajuste de 7,72% aos aposentados que recebem mais de um salário mínino.

O presidente vetou o fim do fator previdenciário, mecanismo criado no governo Fernando Henrique Cardoso (PSDB) que, na maioria dos casos, reduz o valor da aposentadoria de quem para de trabalhar mais cedo e se aposenta por tempo de contribuição.

A decisão de aprovar o aumento, de certa forma, também surpreende e frustra a oposição, que esperava com o veto atingir negativamente a candidatura da petista Dilma Rousseff à Presidência da República.

Seguindo o que vinha dizendo os ministros Guido Mantega (Fazenda) e Paulo Bernardo (Planejamento), Lula sinalizava que ia barrar o reajuste aos aposentados após o Congresso, com apoio da base aliada, aprovou o percentual de 7,72%, quebrando o acordo de conceder 7% para os que recebem mais de um salário de benefício. O projeto do governo indicava aumento de 6,14%.

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole