Polí­tica

48772

Câmara arquiva denúncia de Pazotto contra Mazucato

Apenas os vereadores Roberto Amor, Fábio Bertassi e Valdemir Anselmo votaram pela investigação

OSVALDO CRUZ - A Câmara Municipal de Osvaldo Cruz decidiu na noite desta segunda-feira, 7, por maioria, arquivar a denúncia de quebra de decoro do Prefeito Edmar Mazucato (PSDB) no suposto episódio de agressão ao Vereador Roberto Pazotto (PP).

Votaram pela abertura da investigação os vereadores Roberto Amor, Fábio Bertassi (ambos do PV) e Valdemir Anselmo (MDB). Os demais, incluindo o suplente Gérson Credendio (o Juca) (PP), convocado apenas para este ato (já que Pazotto é parte interessada na questão) votaram pelo arquivamento.

A denúncia de autoria de Pazotto foi no sentido de que o Prefeito teria agido de modo incompatível com a dignidade e o decoro do cargo e pedia a apuração do caso.

Por que Juca votou?

O Presidente da Câmara Municipal, Homero Massarente (MDB), afirmou que a Justiça Eleitoral havia oficiado a Câmara informando que o suplente de Pazzoto, Juca, deveria ser convocado para comparecer à sessão de hoje onde será lida e deliberada a denúncia que aponta Mazucato como autor da agressão ao Vereador Pazotto.

 

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole