Polí­tica

39338

Agentes penitenciários de Osvaldo Cruz e região participam de protestos em Brasília

Grupo já está em Brasília nesta quarta-feira

REGIONAL - Dezenas de agentes penitenciários de Osvaldo Cruz e região estão em Brasília para protestos contra a reforma da previdência.

Entre 15 a 20 servidores da categoria embarcaram para a capital federal  na noite desta terça-feira (2).

Hoje eles vão passar o dia em Brasília"pressionando" deputados federais para se sensibilizarem com a causa. Mas, agentes de todo país já iniciaram os protestos ontem.

O movimento dos agentes penitenciários invadiu prédio da Justiça, no Distrito Federal.

Pauta

A pauta dos agentes se refere à precariedade de ordem estrutural, a extensa jornada de trabalho e o estresse decorrentes da atividade laboral, contribuem para a baixa expectativa de vida dos Agentes de Segurança Penitenciária (ASPs), também afetados pelas péssimas condições de infraestrutura e superlotação do sistema penitenciário nacional.

Muitos agentes sofrem, constantemente, pressões e ameaças que contribuem para a desorganização psicológica – cerca de 10% desses trabalhadores abandonam a atividade por motivos de saúde, geralmente, distúrbios psicológicos e psiquiátricos.

Sendo a profissão análoga a de carcereiro da polícia civil, inclusive recebendo em seus vencimentos a gratificação RETP – REGIME ESPECIAL TRABALHO POLICIAL; nota-se a necessidade de enquadrá-los nas mesmas regras especiais para aposentadoria dos policiais civis.

A pauta foi elaborada com objetivo de incluir os Agentes Penitenciários nas regras especiais para aposentadoria dos policiais civis, nas mudanças feitas na proposta original do governo que prevê idade mínima de 55 anos para aposentadoria, de relatoria do relator da *Comissão Especial* da Reforma da Previdência, deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA), tendo como esclarecimento o que segue:

Entendem os agentes que não é possível exigência de 40 anos de contribuição, tendo em vista a expectativa de vida de 45 anos do profissional Agente Penitenciário, conforme mostra recente estudo realizado pelo *Instituto de Psicologia (IP) da Universidade de São Paulo (USP).

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole