- Atualizado em 15:08

Polí­cia

53235

Polícia Civil do RJ vai investigar suspeita de racismo no BBB 21

Imagens do programa já estão sendo analisadas.

RIO DE JANEIRO - A Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância vai investigar a suspeita de racismo ocorrido no programa Big Brother Brasil 21. 

A informação foi adiantada pelo blog da jornalista Patrícia Kogut, no O Globo, e confirmada pela CBN. 
 
A Polícia Civil informou que foi instaurado procedimento para apurar o crime de preconceito racial. Imagens do programa já estão sendo analisadas. 
 
A investigação foi iniciada após o participante do reality, o professor João Luiz Pedrosa expor que comentários do colega de confinamento, o cantor sertanejo Rodolffo Matthaus o incomodaram.
 
O cantor sertanejo comparou o cabelo de João à peruca de homem das cavernas usada por ele. Durante a transmissão ao vivo do programa nesta segunda, João Luiz falou do incômodo dele com o comentário do cantor Rodolffo. 
 
Em seguida, o apresentador Tiago Leifert perguntou se Rodolffo queria se manifestar. O cantor voltou a fazer a comparação, mas, depois, pediu desculpas ao colega de confinamento.
 
Nas redes sociais, dezenas de artistas e influenciadores manifestaram apoio a João Luiz, entre eles o youtuber Felipe Neto, a atriz Lucy Ramos, e o ex-participante do programa, o ator Lucas Penteado. 
 
Thelma, vencedora do Big Brother Brasil 20, compartilhou uma foto do perfil do participante do programa pedindo para que seus seguidores acompanhassem a página do professor.
 
Procurada, a TV Globo ainda não se manifestou sobre a abertura de investigação. 
 
TSC Soluções 211 (polícia) - 07/04/2021
Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole