Polí­cia

49468

Interessado em comprar carro ‘barato’ leva prejuízo de R$ 11 mil ao cair em golpe em Presidente Prudente

Estelionatário conseguiu enganar morador de Assis (SP), que efetuou depósito e ficou sem o automóvel

REGIONAL - Um morador de Assis foi vítima de um golpe que lhe acarretou um prejuízo de R$ 11 mil na tentativa de comprar um carro “barato” em Presidente Prudente.

De acordo com o Boletim de Ocorrência registrado na tarde desta quinta-feira (16) na Delegacia Participativa da Polícia Civil, a vítima contou que viu em um site na internet um anúncio da venda de um carro e entrou em contato por telefone com um homem, que alegou ser o dono do veículo.

O golpista contou que estava vendendo o carro por um valor abaixo do preço de tabela porque havia adquirido o veículo em uma dívida e indicou o endereço, supostamente de seu cunhado, onde o veículo estaria.

No mercado, o carro, que tem o ano de fabricação de 2011, está avaliado em mais de R$ 20 mil.

A vítima detalhou que conversaram sempre através de um aplicativo de troca de mensagens e que também falou com uma mulher que seria funcionária do suposto dono do automóvel.

O morador de Assis marcou com o suposto proprietário a sua vinda para Presidente Prudente para ver o carro, ficando acertado entre ambos que, se gostasse do veículo, depositaria o valor de R$ 11 mil.

Entretanto, o golpista disse para a vítima que não queria vender o carro para sua cunhada com o pagamento parcelado e que por tal motivo iria comercializá-lo por um valor “barato”. Além disso, enfatizou que, se a vítima gostasse do automóvel, era para efetuar o depósito do dinheiro em sua conta e dirigir-se a um cartório para fazer a transferência.

Ao chegar a Presidente Prudente, a vítima procurou o endereço indicado e foi recebida por um homem, que é o verdadeiro dono do carro e que lhe mostrou o veículo. O morador de Assis, então, gostou do carro, passou por uma agência bancária e efetuou o depósito em uma conta no valor de R$ 11 mil.

Em seguida, a vítima e o morador de Presidente Prudente dirigiram-se a um cartório, local onde o verdadeiro dono do carro disse que não registraria a venda enquanto não recebesse a transferência com o pagamento feito pelo golpista.

Com isso, o estelionatário conseguiu manipular a vítima e o real dono do carro.

Segundo o Boletim de Ocorrência, o golpista se identificava para o real dono do carro como o verdadeiro comprador e ainda dizia que a vítima em questão tinha vindo a Presidente Prudente somente para buscar o veículo, ficando claro que se tratava de um golpe.

A Polícia Civil investiga o caso.

Dak Rodas 27 (polícia) - 17/01/2020

 

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole