Polí­cia

3637

Delegado morreu após reagir a assalto, diz secretário da Bahia

Os acusados disseram à polícia que não reconheceram o delegado

CAMAÇARI - O delegado Clayton Leão Chaves, morto anteontem quando dava entrevista ao vivo para uma radio de Camaçari (47 km de Salvador), levou dois tiros após reagir a uma tentativa de assalto. A afirmação é de César Nunes, secretário da Segurança Pública da Bahia.
 
Ontem, a polícia apresentou os três acusados pelo crime. Edson Cordeiro, 30 anos, e Rinaldo de Lima, 27, foram presos anteontem. Magno Santos, 30, se apresentou ontem à polícia. A conclusão de que Chaves reagiu durante uma tentativa de assalto se baseia no depoimento dos acusados e da mulher da vítima, Simone Oliveira, que estava ao seu lado quando ele foi morto.
 
"O Rinaldo disse que atirou porque se assustou ao ver que Clayton tentou pegar uma arma", disse Nunes. Cordeiro, segundo a polícia, confessou que eles estavam em um taxi roubado e a intenção era assaltar o veículo de Chaves.
 
Os acusados disseram à polícia que não reconheceram o delegado.
 
(siga a gente no Twitter: www.twitter.com/portalocnet ou www.twitter.com/gpanvechio)
 
Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole