- Atualizado em 05/11/2019 16:00

Polí­cia

48920

Corpo de Mário Sabino, ex-judoca olímpico, é enterrado em Bauru: crime pode ser passional

Assassino teria se envolvido em uma briga com Sabino após ter visto a esposa, que também é policial militar, junto com o ex-atleta dentro de um carro

BAURU - O ex-judoca olímpico Mário Sabino foi morto a tiros por um colega da Polícia Militar na noite desta sexta-feira (25), em Bauru (SP), após um desentendimento entre os dois.

O corpo de Sabino, que era cabo da PM e tinha 47 anos, foi encontrado em uma rua do bairro Jardim Niceia. Ao lado dele, estava o corpo do sargento Agnaldo Rodrigues.

"Soubemos que houve um desentendimento entre os policiais militares e [eles] foram achados mortos ao lado de um carro. Não sabemos ainda a circunstância do que possa ter ocorrido, e por isso será aberto inquérito policial", afirmou o tenente-coronel Ézio Carlos Vieira de Melo, comandante do 4º Batalhão da Polícia Militar do Interior.

Agnaldo teria se envolvido em uma briga com Sabino após ter visto a esposa, que também é policial militar, junto com o ex-atleta dentro de um veículo. Durante a discussão, Sabino foi baleado na nuca.

Casa Avenida 320 (polícia) - 28/10/19

O major da PM Nilson César Pereira confirmou para a reportagem que a mulher do sargento foi ouvida e poderá ser investigada em relação ao crime. Porém, a PM não detalhou sobre ela estar no local.

"Ela foi ouvida e pode ser participe do caso. Além dela, vamos ouvir também os policiais que atenderam a ocorrência. Não podemos afirmar a motivação, mas tudo será apurado", afirmou.

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole