Polí­cia

51843

Cadeirante morre ao ser arremessado de viaduto em Bauru

A vítima vivia em situação de rua havia anos.

BAURU - O cadeirante Luiz Antônio Barreto, que morreu nesta quinta-feira (29) após ser jogado de cima de um viaduto durante uma tentativa de assalto, em Bauru (SP), teve uma manhã de festa e comemorações dois dias antes de sua morte, quando completou 42 anos na terça-feira (27).

Segundo a comerciante Juliana Biondi, de 47 anos e que mantém uma loja de roupas infantis próximo ao cruzamento da Avenida Rodrigues Alves com a Rua Treze de Maio, havia três meses que o cadeirante frequentava seu comércio pedindo ajuda e oferecendo em troca balas e doces. 
 
A vítima vivia em situação de rua havia anos, conta Juliana.
 
Luiz Antônio Barreto foi arremessado do viaduto da Rua Treze de Maio e caiu no Rio Bauru, que é canalizado entre as pistas da Avenida Nuno de Assis.
 
De acordo com informações da Polícia Civil, o suspeito conduziu a vítima em sua cadeira de rodas por cerca de dez quadras até o viaduto de onde o arremessou de uma altura de cerca de 10 metros.
 
Os bombeiros fizeram o resgate do homem e tentaram reanimá-lo por mais de 30 minutos, mas ele não resistiu aos ferimentos.
 
A Polícia Militar foi acionada e o suspeito do crime, um homem de 37 anos, foi localizado nas imediações do viaduto e preso.
 
O suspeito, que já havia cumprido pena por furto e roubo, foi indiciado por homicídio triplamente qualificado e levado para a cadeia de Avaí. A Polícia Civil investiga o caso.
 
Anne 19 (polícia) - 30/10/2020
 
Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole