Polí­cia

4948

Bombeiros encontram corpo de médico mariliense desaparecido

A profundidade do rio chegava a 33 metros no trecho e a temperatura da água estava muito baixa, próxima de 16º.

MARÍLIA - Depois de mais de 70 horas de buscas, os bombeiros encontraram às 15h desta quarta-feira o corpo do médico Francisco Paulo da Silva Júnior, 45, nas águas do rio Paranapanema, próximo a um resort no município de Ribeirão Claro (PR) – 138 km de Marília.  O médico passeava com a sua lancha nas proximidades de resort, por volta das 11h de domingo, dia 5 de setembro, quando teria caído da embarcação por motivos desconhecidos.  O capitão do Corpo de Bombeiros Renato Carbonari trabalhou das 8h às 15h desta quarta ao lado de outros seis homens da corporação de Marília e três de Tupã, além de outros oito bombeiros de Jacarezinho (PR) e Ourinhos que já estavam no local. “A profundidade do rio chegava a 33 metros no trecho e a temperatura da água estava muito baixa, próxima de 16º. Estava difícil enxergar no fundo do rio por causa da água turva e da grande quantidade de vegetação existente.” O resort em que o médico possuía um flat e estava alojado no feriado prolongado deu total suporte aos bombeiros, emprestou lancha e recebeu os membros da corporação no estabelecimento, fornecendo inclusive alimentação. De acordo com o capitão Carbonari, o corpo estava próximo à margem do lado paulista do rio Paranapanema, pertencente a Chavantes (109 km de Marília), a aproximadamente 1 mil metros do local em que ocorreu a queda da lancha.
Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole