Polí­cia

3627

Bahia: delegado morto teria sido vítima de assalto

Clayton Leão foi abordado enquanto concedida entrevista, por telefone, a uma rádio de Camaçari

SÃO PAULO - Joselito Bispo, delegado responsável pela investigação do assassinato de Clayton Leão, delegado titular da 18ª Delegacia de Camaçari que foi assassinado ontem, enquanto dava entrevista, por telefone, a uma rádio da cidade, acredita que o oficial foi vítima de um trio que, no mesmo dia, já teria assaltado inúmeros veículos. Ao ser abordado, ele teria reagido, assustando os criminosos, que dispararam duas vezes.

Dois suspeitos de envolvimento com o crime, identificados como Edson Cordeiro e Rinaldo Valença de Lima, foram presos na noite de ontem, e admitiram a participação no caso, enquanto o terceiro membro do grupo foi detido na manhã desta quinta-feira. Clayton se destacou durante o período em que coordenou o Grupo de Repressão a Roubo a Estabelecimento Financeiro, passando depois a trabalhar na luta contra o tráfico de drogas.

Ouça no PODCAST do OCNET o trecho da entrevista à Rádio Líder FM da Bahia no momento em que foi assassinado - clique aqui www.ocnet.com.br/podcast/

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole