- Atualizado em 10:11

Polí­cia

49728

Auxiliar de enfermagem preso por ameaçar Secretária de Saúde foi enquadrado em seis crimes

Funcionário será levado a audiência de custódia nesta quarta-feira

OSVALDO CRUZ - O auxiliar de enfermagem William dos Santos, que entre outros crimes ameaçou de morte a Secretária de Saúde de Osvaldo Cruz, Ivete Alves Conca, deverá ser levado até uma audiência de custódia nesta quarta-feira, 19. Ele foi enquadrado em seis crimes diferentes, de acordo com o Boletim de Ocorrência: ameaça, desacato, resistência, lesão corporal, porte de arma e injúria racial (racismo).

Os incidentes começaram por volta de 10 horas, nesta terça-feira, 18, na Secretaria de Saúde de Osvaldo Cruz na rua Fernando Costa (região da antiga Fepasa).

De acordo com a Secretária Ivete Alves Conca, o servidor chegou à repartição e a abordou na cozinha do prédio com ofensas e teria proferido ameaças de morte. A Secretária saiu do local e se trancou em uma sala próxima, enquanto um outro servidor tentou conter o auxiliar. WIliam estaria com facas escondidas em suas vestes. Em seguida o suspeito foi embora.

A Polícia Militar foi acionada e o prendeu em sua residência. Também foram apreendidas algumas facas e o homem acabou conduzido ao Plantão da Polícia Civil.

Desacato, injúria racial e resistência

O homem, que tem 55 anos, foi preso em sua residência na Rua Yutaka Abe. Sua genitora tentava contê-lo no momento em que a guarnição policial chegou.

Agressivo, o indivíduo tinha em mãos uma faca e uma foice, além de outras facas na cintura e teria oferecido resistência. O auxiliar ofendeu os policiais e em especial teria proferido palavras racistas contra um policial civil, que trabalhava na ocorrência. Segundo a Polícia Militar, William ainda se alto lesionou e não permitiu a aproximação do agentes.

Com uso de técnica, os policiais conseguiram conter o rapaz e o levaram até a Delegacia de Polícia Civil. As armas foram apreendidas, entre as quais uma foice que tinha um cabo adaptado.

Prefeitura deve instaurar procedimento interno

Em nota, a Prefeitura de Osvaldo Cruz informou que o funcionário já respondeu recentemente a procedimento interno, onde recebeu advertência por outro fato e que neste caso pretende solicitar cópia do expediente policial para posterior apuração do caso em expediente próprio administrativo..

"A Prefeitura lamenta o ocorrido e se solidariza com a Secretária Municipal de Saúde e eventuais outros servidores que tenham sido possivelmente ameaçados".

PH Multimarcas 210 (polícia) - 19/02/2020

 

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole