Natureza

51886

Morador em Tupã é indiciado ao pescar 14 peixes em MS e postar no Facebook

Suspeito praticou crime de pesca predatória e pegou peixes de várias espécies, entre eles pintados de grande porte.

TUPÃ - Denúncias de fotos postadas nas redes sociais levaram a Polícia Militar Ambiental (PMA) a identificar um suspeito que praticou o crime de pesca predatória em Mato Grosso do Sul, nessa terça-feira (3). Segundo a investigação, o suspeito pegou 14 exemplares de peixes de várias espécies, alguns pintados de grande porte, no Rio Verde, em Água Clara, região leste do estado.

O tenente-coronel Ednilson Queiroz, da PMA, ressaltou que a cota de captura no estado é de apenas um exemplar de peixe nativo, mais cinco piranhas, espécie que não havia entre o pescado das fotos. Desta forma, o homem cometeu crime e infração ambiental de captura de pescado acima da cota permitida pelas normas.
 
Já nas redes sociais, ele divulgou as imagens, inclusive, fotos cozinhando o pescado. Na legenda e conversando com internautas, ele afirma que pegou o peixe em armadilhas “arapuca” e agora daria um tempo para a desova, no período da piracema.
 
O homem de 31 anos foi identificado como sendo morador de Tupã (SP). Ele foi autuado administrativamente com uma multa de R$ 1 mil, que será enviada via Correios. O suspeito ainda pode responder por crime ambiental de pesca predatória, com pena prevista de 1 a 3 anos de detenção.
 
Castilho 555 (natureza) - 05/11/2020
Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole