Estradas

48561

Polícia Rodoviária localiza mais de 11 toneladas de maconha em Mirante do Paranapanema: é a maior apreensão do Estado

Carreta passava pela Rodovia Olímpio Ferreira da Silva (SP-272) quando foi abordada

MIRANTE DO PARANAPANEMA - A Polícia Militar Rodoviária apreendeu mais de 11 toneladas de maconha na noite desta quinta-feira (5), em Mirante do Paranapanema (região do Pontal do Paranapanema). A droga era transportada em uma carreta carregada com soja. O motorista, de 40 anos, foi preso em flagrante.

Conforme a Secretaria de Segurança Pública (SSP), esta é a maior apreensão de drogas realizada no Estado de São Paulo pela Polícia Militar neste ano.

Durante a realização da Operação São Paulo mais Seguro, na Rodovia Olímpio Ferreira da Silva (SP-272), o policiamento rodoviário abordou o veículo, que tem placas do Estado do Mato Grosso do Sul.

Ao solicitar os documentos pertinentes, o condutor demonstrou "exacerbado nervosismo" e informações desencontradas.

A atitude do condutor causou desconfiança nos policiais, que vistoriaram a carga de forma minuciosa e descobriram os diversos fardos de droga, com aproximadamente 25 quilos cada.

Ao todo, foram apreendidos 11.307,100 quilos de maconha.

O motorista foi detido em flagrante.

De acordo com a polícia, o homem relatou que pegou a droga em Ponta Porã (MS), divisa com o Paraguai, e que deixaria o caminhão carregado no final da Rodovia Presidente Castelo Branco (SP-280).

Como há indícios de tráfico internacional, de acordo com a Polícia Rodoviária, a ocorrência foi apresentada na Delegacia da Polícia Federal em Presidente Prudente, onde foi ratificada a prisão do homem, morador de Dourados (MS).

 

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole