- Atualizado em 16:05

Estradas

52588

Motorista de ônibus relata falta de freios em acidente que deixou 19 mortos no PR

À polícia, ele disse que tentou usar área de escape, mas que não conseguiu porque havia um caminhão na faixa ao lado.

GUARATUBA - O motorista do ônibus que tombou na BR-376, em Guaratuba, no litoral do Paraná, prestou depoimento na delegacia do município, na tarde desta segunda-feira (25), sobre o acidente que matou 19 pessoas e deixou 31 feridos.

O motorista, de 67 anos, não se feriu no acidente. No depoimento divulgado pela Polícia Civil, ele alegou que o ônibus ficou sem freios antes de capotar.

Ele afirmou que saiu de Ananindeua (PA), na noite de sexta-feira (22), e tinha como destino final São José (SC). A previsão era de chegar ao litoral catarinense na terça-feira (26).

 

Após prestar depoimento, ele foi liberado. Segundo a Polícia Civil, se for comprovada imperícia, ele pode responder por homicídio culposo.

 

Ele disse que foi contratado como terceirizado para dirigir o ônibus. O motorista foi funcionário da TC Turismo até 2014, depois, começou a fazer viagens esporádicas como autônomo. Esta era a terceira vez que ele fazia a mesma rota.

 

O motorista disse que a manutenção do veículo foi feita antes de sair de Belém, no Pará, e que o ônibus não havia apresentado nenhum problema durante o trajeto. Porém, antes da serra, percebeu que a bomba de ar do freio estava esvaziando muito rápido.

 

Ele contou que havia assumido a direção pouco antes do acidente. Antes disso, ele estava descansando, e outro motorista fazia a condução.

 

À polícia, ele disse que retornou ao volante cerca de meia hora antes do acidente.

 

De acordo com a polícia, ainda na delegacia, o motorista disse que tentou tentou usar uma área de escape que fica a um quilômetro antes do local do acidente. Entretanto, não conseguiu porque havia um caminhão na faixa ao lado. Por isso, segundo ele, bateu na mureta e caiu no barranco.

 

Conforme a Polícia Civil, o teste do bafômetro apontou negativo para a ingestão de álcool.

 

"Não apresentava sinais de embriaguez. Ele me relatou que notou que após o início das curvas, da serra, que estava com problemas nos freios. Porém, ao notar esse problema, como ele disse, era muito tarde, ele não conseguiu mais segurar o ônibus, não conseguiu entrar na área de escape, área de contenção da rodovia e, infelizmente, não conseguiu fazer uma das curvas, o ônibus tombou e acabou batendo no guard rail [mureta], caiu em um desfiladeiro, ao lado da rodovia", explicou o delegado Cristiano Quintas.

 

Até a última atualização desta reportagem, o segundo motorista ainda não tinha sido localizado.

 

A Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran) irá instaurar um inquérito policial a respeito. Não há previsão do tempo exato da apuração do caso.

 

PH Multimarcas 336 (estradas) - 26/01/2021

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole