- Atualizado em 16:10

Esportes

50754

Sem previsão de volta aos treinos, lateral de time da 4ª divisão paulista trabalha na roça da Bahia

"A gente vai cuidando do sítio", diz atleta, que precisou "mudar de profissão" nos últimos meses

OSVALDO CRUZ - Embora a perspectiva quanto à retomada do futebol no Brasil seja melhor do que em dias anteriores, ainda há várias incógnitas. 
 
Se para alguns times da elite é difícil cravar algo, imagina só para um clube da quarta divisão de São Paulo. É o contexto que está inserido o Osvaldo Cruz, o qual representa a cidade de mesmo nome, a cerca de 560km da capital paulista. 
 
Sem previsão de retorno aos treinos, o lateral-esquerdo Wilton César trabalha atualmente na roça, na Bahia.
 
O atleta era um dos 12 confirmados pelo clube para a disputa do Campeonato Paulista da Segunda Divisão – quarto patamar estadual. A pré-temporada do Azulão durou cerca de um mês e foi paralisada no fim de março. Assim, Wilton César percorreu mais de 1600km de volta para Santa Rita de Cássia (BA).
 
– A gente vai cuidando do sítio. Plantando cheiro verde, alface, feijão. Aqui, vivemos disso. No final de semana, a gente colhe e leva para a cidade, onde é feita a venda dos produtos.
 
A princípio, a pausa na preparação do Osvaldo Cruz, para preservar a saúde e integridade dos jogadores, seria de 15 dias. Só que essas duas semanas já se transformaram em 12.
 
O jovem é mais um dos tantos exemplos Brasil afora que têm o sonho de fazer sucesso no futebol. Porém, neste momento, ele queria algo mais simples: só poder trabalhar com o que mais gosta.
 
– Tivemos que parar os treinos. O time vinha em uma crescente muito boa, estávamos bem entrosados. Mas, infelizmente, tivemos que voltar para casa.
 
Durante este período de quase três meses, jogadores e comissão técnica tentaram não perder o contato. A internet ajudou bastante no início. Mas, hoje, a realidade é outra, como explicou o técnico PC dos Santos.
 
– Ficamos quase um mês nos comunicando, para que os atletas não perdessem o ritmo ganho no início da pré-temporada. Com o passar do tempo, fomos nos distanciando. Ainda mantemos um vínculo verbal com os jogadores, caso a competição volte.
 
Mesmo diante de um cenário complicado, sem previsão até de início do campeonato, o treinador mantém um certo otimismo. Almeja finalizar a temporada de uma forma bem diferente de como começou.
 
– Com o retorno dos treinos, a gente espera dar continuidade ao trabalho e conseguir o nosso objetivo, que é levar o Osvaldo Cruz ao acesso.
 
 
Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole