Esportes

40607

Santos quer usar interesse do Coritiba para tentar recuperar investimento em Cleber

Diretoria do Peixe trabalha para convencer o zagueiro a aceitar contrato de empréstimo com o time paranaense. Ele custou R$ 7,3 milhões ao Alvinegro

Cleber ainda não foi utilizado pelo técnico Levir Culpi no Santos (Foto: Ivan Storti/Santos FC) Cleber ainda não foi utilizado pelo técnico Levir Culpi no Santos (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

SANTOS - Cleber foi contratado como solução, mas virou um problema para o Santos. Após ser apresentado com status de titular, o zagueiro não teve sequência de jogos por conta de desequilíbrio físico e também por opção dos técnicos Dorival Júnior e Levir Culpi. Mas agora a diretoria do Peixe vê no interesse do Coritiba pelo jogador a possibilidade de recuperar o investimento de R$ 7,3 milhões.

Ou pelo menos parte dele...

O Coritiba não tem a intenção de comprar os direitos de Cleber. Quer o empréstimo do jogador. Mas mesmo assim o Santos vê com bons olhos a transferência. A estratégia da diretoria é ficar até o fim do ano sem pagar os salários de cerca de R$ 200 mil do jogador e torcer para que ele jogue mais e ganhe destaque suficiente para fazer o Coxa (ou outra equipe) despertar o interesse de ficar com ele.

Atualmente, Cleber é a sexta opção para a zaga santista, atrás de David Braz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique, Luiz Felipe e Fabián Noguera.

O zagueiro, a princípio, gostaria de ficar no Santos para tentar chamar a atenção do técnico Levir Culpi, que não utilizou o defensor desde que chegou ao clube, em julho. Seus representantes e a diretoria do Coritiba, porém, tentam convencê-lo de que o empréstimo é uma boa opção. O contrato do zagueiro vai até 30 de janeiro de 2022.

De maio a junho, o Peixe manteve negociações com o São Paulo por Cleber. O rival acenou com uma proposta de R$ 7 milhões, equivalente ao que foi pago pelo Alvinegro, mas recuou. Depois disso, o zagueiro nunca mais atuou.

Cleber não entra em campo há mais de dois meses, desde o dia 11 de junho, na vitória por 2 a 0 contra o Atlético-PR, na Arena da Baixada. O auxiliar Elano esteve à frente do Alvinegro na ocasião. O atleta atuou por oito minutos no fim do segundo tempo.

No geral, são 10 partidas disputadas (cinco pelo Campeonato Paulista, três pela Libertadores, uma pela Copa de Brasil e uma pelo Brasileiro), com nenhum gol marcado. O zagueiro chegou ao Santos com desequilíbrio muscular e desalinhamento no joelho esquerdo. Depois de tratamento, ele está liberado pelo departamento médico e não é utilizado por opção da comissão técnica.
 

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole