Esportes

52384

Palmeiras reencontra River na semifinal da Libertadores

Há 21 anos, Alex foi o herói da classificação do Verdão para a decisão do torneio sul-americano.

INTERNACIONAL - Assim como foi em 1999, ano da primeira e única conquista do Palmeiras na Libertadores até aqui, o River Plate será o adversário nas semifinais. Na última quinta-feira, os argentinos confirmaram a classificação com uma goleada de 6 a 2 contra o Nacional, em Montevidéu, no Uruguai.
 
As partidas que valem vaga na decisão do torneio sul-americano serão disputadas nos dias 5 e 12 de janeiro. Por ter a melhor campanha da fase de grupos, o Verdão terá a vantagem de fazer o segundo jogo no Allianz Parque. A grande final será no dia 30 de janeiro, no Maracanã.
 
Em 1999, o Palmeiras de Felipão duelou contra um River Plate que tinha jogadores como Bonano, Sorín, Astrada, Pizzi, Juan Pablo Angel e Saviola, com Ramon Diaz no banco de reservas. Hoje treinador da equipe, Marcelo Gallardo era o camisa 10 daquele time.
 
Depois de perder em Buenos Aires por 1 a 0, o Verdão lotou o estádio Palestra Italia no dia 26 de maio de 1999 e não deu chance aos argentinos.
 
Felipão escalou a equipe palmeirense com: Marcos; Arce, Roque Junior, Agnaldo e Rubens Junior (Tiago Silva); César Sampaio, Rogério (Galeano), Zinho e Alex; Paulo Nunes e Oséas (Euller).
 
Alex foi o craque do confronto, ao marcar o primeiro e o último gol da vitória por 3 a 0 - Roque Junior completou o placar. Na decisão, o Palmeiras confirmou o título ao vencer o Deportivo Cali, da Colômbia, nas cobranças de pênaltis.
 
– Foi espetacular, chegou a ser surreal. Individualmente falando tudo aconteceu de uma maneira 100%. Errei o mínimo do mínimo naquela noite – afirmou Alex, em entrevista ao Globo Esporte em maio.
 
Em 2020, o Palmeiras foi o dono da melhor campanha geral da fase de grupos: 16 pontos em 18 disputados. O River Plate liderou a sua chave e fez 13 pontos, eliminando o São Paulo.
 
No mata-mata, os argentinos passaram por Athletico-PR e Nacional do Uruguai antes do confronto com o Verdão. Campeão em 2015 e 2018, o River foi vice-campeão do torneio no ano passado, quando foi derrotado pelo Flamengo.
 
Franco Armani, Gonzalo Montiel, Nacho Fernández, Enzo Perez (que se recupera de Covid-19) e De La Cruz. O atacante Borré é o artilheiro da equipe no torneio, com seis gols, e Lucas Pratto, ex-Atlético-MG e São Paulo, é opção no banco de reservas.
 
– É uma das melhores equipes atualmente, mas nós também temos um grande elenco, um grande time e um excelente treinador. Serão dois grandes jogos e vamos fazer de tudo para passar de fase – avaliou Rony, artilheiro do Palmeiras na Libertadores com quatro gols, ao lado de Luiz Adriano e Willian.

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole