Esportes

42562

Mesmo com atuação de gala: Neymar é vaiado e deixa jogo sem saudar torcida

Torcida do PSG repreende brasileiro e pede Cavani

INTERNACIONAL - Foram quatro gols, duas assistências, um festival de dribles, finalizações e tentativas de chutes. Mas, ao final do jogo, nenhum sorriso. Cabisbaixo, Neymar não cumprimentou a torcida e se recusou a falar com a imprensa após a goleada por 8 a 0 do PSG sobre o Dijon nesta quarta-feira, na qual teve sua melhor atuação desde que chegou ao time parisiense. O motivo? Foi vaiado na cobrança do pênalti, no segundo tempo, quando não deu a bola para Cavani cobrar.

Aos 37 minutos do segundo tempo, Cavani sofreu pênalti. Logo Neymar pegou a bola, e o uruguaio não deu nenhum sinal de que, desta vez, pediria para fazer a cobrança. A torcida vaiou o brasileiro e gritou o nome do camisa 9. Se convertesse a penalidade, Cavani chegaria aos 157 gols com a camisa do PSG, ultrapassaria Ibrahimovic e se isolaria como maior artilheiro do clube. Neymar cobrou o pênalti, o converteu e comemorou timidamente o seu quarto gol na partida. Cavani cumprimentou normalmente o companheiro.

Após o apito final, Neymar não se juntou aos demais companheiros para cumprimentar a torcida. Foi abordado pelo repórter da transmissão oficial da partida, que pediu a entrevista, mas o camisa 10 se recusou a falar. Pouco depois, o jornalista corre atrás do atacante para lhe entregar o troféu de melhor do jogo. Neymar o recebe e logo entrega a um membro da comissão técnica do PSG.

 

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole