Esportes

41470

Levir reclama de "excesso de pressão" e diz que cogitou pedir demissão no Santos

Técnico foi a público pela primeira vez após a confusão da última sexta-feira

Levir Culpi , em entrevista coletiva na sala de imprensa da Vila Belmiro (Foto: Lucas Musetti) Levir Culpi , em entrevista coletiva na sala de imprensa da Vila Belmiro (Foto: Lucas Musetti)

SANTOS - Levir Culpi se pronunciou pela primeira vez após a "desdemissão" da última sexta-feira. Após a vitória por 1 a 0 contra o Atlético-GO, o técnico do Santos revelou que pensou em deixar o clube por causa do "excesso de pressão" dos torcedores.

– Nós erramos muito. Mas quem da imprensa e torcida erra menos? É um julgamento absurdo. Pensei em sair (do Santos) por minha conta – disse o comandante, em entrevista coletiva após o jogo.

Levir acredita que as reações da torcida do Peixe dos últimos dias são exageradas. Na última sexta-feira, os muros da Vila Belmiro foram pichados e torcedores cobraram atletas no aeroporto de Congonhas, na chegada da delegação santista de Recife.

– Há excesso na pressão. Não tem lógica. Algo quase insuportável. Se continuar assim, jogadores terão que fazer quatro ou cinco contratos. Sinceramente, está havendo uma cobrança inadmissível, incontrolável – disse Levir.

Aos 64 anos, o técnico, que chegou ao Santos em junho deste ano, falou sobre uma possível aposentadoria.

– Tenho que pensar na minha parada, mas não sei viver ainda sem essa emoção. Prefiro sofrer do que assistir TV em casa – revelou.

Perguntado sobre a possibilidade de voltar ao futebol japonês, Levir se esquivou da resposta. Recentemente, o Gamba Osaka chegou a sondar o treinador.

Na resposta, o técnico citou Lucas Lima, muito vaiado pela torcida santista por ainda não ter definido seu futuro. O meia ainda não respondeu a uma proposta de renovação feita em maio, foi procurado por clubes chineses e está na mira do rival Palmeiras para 2018.

– Não vou responder. Senão vou virar o Lucas Lima – concluiu.

Com a vitória sobre o Atlético-GO, o Santos subiu para a terceira colocação, com 53 pontos, mesma pontuação do Palmeiras, à frente pelo número de vitórias. A distância para o líder Corinthians é de seis pontos. A equipe de Fábio Carille entra em campo nesta segunda-feira, contra o Botafogo.

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole