Esportes

42033

Fábio Carille teme mais saídas no elenco do Corinthians: "É para ser realista"

Treinador diz que elenco está muito valorizado após o ano de sucesso

Fábio Carille, técnico do Corinthians, com a taça de campeão brasileiro de 2017 (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag.Corinthians) Fábio Carille, técnico do Corinthians, com a taça de campeão brasileiro de 2017 (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag.Corinthians)

CORINTHIANS - Fábio Carille está preocupado. O sucesso do Corinthians no Brasileirão pode fazer a equipe perder jogadores para a próxima temporada. Em entrevista nesta segunda-feira, no prêmio Bola de Prata, da ESPN, o treinador espera que a diretoria consiga assegurar a permanência da maioria das peças. Até agora, saíram Guilherme Arana, negociado com o Sevilla, e Pablo, que não renovou contrato.

– Sou um cara verdadeiro. De 2015 para 2016, achávamos que chegaríamos muito fortes para a disputa da Libertadores e perdemos seis titulares. O Jô fez um grande campeonato, o Fagner é lateral que defendeu a seleção brasileira, tem outros destaques. É para ser realista. Não estou aqui para lamentar as saídas e sim para ir atrás de soluções – afirmou o treinador.

– Além de Arana e Pablo, espero que não saia mais ninguém, mas não dá para cravar. São atletas que se destacaram, tem o lado econômico, pessoal, mas sei que a diretoria vai fazer esforço para segurar, assim como eles fizeram no meio do ano, quando tivemos propostas por quatro jogadores e ninguém saiu – continuou.

Carille também falou sobre o ano de sucesso do Timão.

– Maravilhoso. Nunca imaginei que poderíamos terminar com título e prêmio de melhor treinador do ano. Sabia que a equipe seria competitiva, mas não imaginava dois títulos (Paulista e Brasileiro). Se alguém falar isso agora, é mentira. Outros adversários tinham equipes mais montadas, falei lá atrás que Santos e Palmeiras começavam na frente de São Paulo e Corinthians – ressaltou Carille.

O treinador falou também qual foi o jogo-chave na conquista do campeonato.

– Esse campeonato te fortalece com o passar dos jogos. Foram várias vitórias: Palmeiras, Grêmio, Fluminense, Atlético-MG fora. Nosso título foi uma sequência de vitórias e boas apresentações. Mas acho que o jogo mais importante foi contra o Grêmio. Era o primeiro contra o segundo, era o time que melhor jogava no país. A vitória nos fortaleceu bastante – disse.

Para fechar, Carille não prometeu título para 2018. Mas garantiu que o Timão seguirá com padrão alto de qualidade.

– O Corinthians será um time organizado. Até ontem, contra o Sport, mesmo com o time mudado, a equipe sabia o que fazer em campo. Teremos organização, compactação, linhas próximas. Desde o primeiro dia vamos trabalhar com bola. Não sou de prometer título. Espero que os jogadores possam comprar a ideia como fizeram em 2018 – finalizou o treinador.
 

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole