Esportes

40959

Contra o Racing, Romero tem Arena a favor para encerrar jejum no Corinthians

Sem gols há três meses, paraguaio volta para casa e tenta brilhar na Sul-Americana

Romero recebe orientações de Carille: homem de confiança no ataque (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag Corinthians) Romero recebe orientações de Carille: homem de confiança no ataque (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag Corinthians)

CORINTHIANS - Titular e peça importante do Corinthians desde o início da atual temporada, o atacante Ángel Romero tenta dar fim a um jejum de três meses sem gols. Contra o Racing, nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), ele tem cenário favorável para ajudar a equipe.

O confronto de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana será na Arena Corinthians. Romero é o maior artilheiro do local, com 20 gols marcados desde 2014. Jadson, segundo colocado na lista, tem 17 e também será titular nesta quarta.

Para Romero, um gol pode ter peso extra. A última vez que comemorou foi contra o São Paulo, dia 11 de junho, pelo Brasileirão. Desde então, são 14 jogos sem marcar. Nesse período, porém, o atacante ganhou espaço não só no Timão, mas também na seleção paraguaia.

Além de ser importante na recomposição defensiva e sistema tático do Timão, Romero tem sido utilizado pelo técnico Francisco Arce na equipe de seu país. Foi dele o gol do Paraguai na derrota por 2 a 1 para o Uruguai, semana passada, pelas Eliminatórias para a Copa de 2018.

Atualmente, Romero tem vivido meses de silêncio no Corinthians. Em uma das suas últimas conversas com a imprensa brasileira, em maio, ressaltou a felicidade de fazer gols na arena do Timão – um deles fechou a campanha do título paulista, em final contra a Ponte Preta.

– A arena é muito especial. Jogar na arena com a minha seleção contra o Brasil vai ficar na memória. O gol do título superou o jogo com o Brasil. Vou lembrar sempre e contarei para meus filhos e família que tive a chance de jogar na arena e fazer esse gol do título – declarou.

Dos 20 gols de Romero na Arena Corinthians, apenas dois foram em competição internacional: ambos contra o Cobresal, em goleada por 6 a 0 pela Taça Libertadores de 2016. Mais um motivo para o paraguaio buscar a redenção nesta quarta-feira.

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole