Esportes

41120

Carille cita Ronaldo Fenômeno, vê Jadson mal e comemora empate no Morumbi

Técnico do Corinthians critica "clima de guerra" no estádio, admite atuação ruim de seu camisa 10 e se diz feliz com resultado de 1 a 1 diante do SP

Fábio Carille admitiu que o Corinthians poderia ter jogado melhor, mas disse ter gostado do empate em 1 a 1 (Foto: Marcos Ribolli) Fábio Carille admitiu que o Corinthians poderia ter jogado melhor, mas disse ter gostado do empate em 1 a 1 (Foto: Marcos Ribolli)

CORINTHIANS - O técnico do Corinthians, Fábio Carille, admitiu que a atuação de seu time "poderia ter sido melhor" no empate em 1 a 1 com o São Paulo, na manhã deste domingo, no Morumbi. O treinador se queixou especialmente do primeiro tempo e do desempenho do meia Jadson, a quem trocou no intervalo por Marquinhos Gabriel. O Timão acabou voltando melhor e chegou ao empate, resultado que o mantém folgado na liderança do Campeonato Brasileiro, com 54 pontos.

– Sim, comemoramos bastante este resultado e saio com sentimento de que poderíamos ter jogado melhor. Parabenizei todos pela entrega, mas poderíamos ter feito melhor. Eu gostei do Jadson na Argentina. Hoje sim, foi abaixo. A ideia (com a substituição no intervalo) foi buscar mais velocidade, por isso entrou Marquinhos Gabriel e depois o Clayson – disse Carille.

– Voltamos a ter muitos erros de passe. No primeiro tempo foi demais, muito passivo. Em bolas aéreas, o São Paulo ganhou todas, isso deu moral pra eles, me incomodou demais. No segundo tempo continuamos errando, mas a atitude foi diferente. Brigamos mais pela bola que não era de ninguém – completou o treinador.

Carille fez questão de ressaltar, porém, que não faz sentido cogitar uma mudança de Clayson por Jadson no time titular:

– Para se construir uma vaga (de titular), não é por causa de um jogo ou um gol. Não é assim. Sei da importância do Clayson, mas também sei da do Jadson e do Marquinhos Gabriel. São todos jogadores brigando. O dia a dia mostra, o jogo mostra.

Sobre as mexidas no segundo tempo (de Corinthians e São Paulo), Carille disse:

– Falar assim em cima de algo que acontece é muito fácil. Dorival armou muito bem o time, não se expôs, estava muito bem organizado. Foi logo depois da substituição do Cueva que tomaram o gol, mas isso foi em cima de uma briga do Rodriguinho. Se não acontece isso, ninguém estaria falando nada. O Cueva caiu talvez por algo físico, jogo às 11h é muito difícil. Nesta fase (de lutar para não cair), não é fácil. Toma o gol e pesa, sim, Somos humanos.

– Reclamaram que o Rodriguinho fez falta, mas eu não acho que fez, eu não vi isso. Tanto que os jogadores não reclamaram na hora – completou o treinador corintiano.

Perguntado sobre uma suposta semelhança entre Maycon e Paulinho, hoje no Barcelona, Carille disse que seu jogador lembra "o Paulinho do tempo do Corinthians". Mas ressaltou que suas infilitrações têm sido bem marcadas pelos adversários.

Carille disse que conversou com os jogadores sobre o comportamento deles com a arbitragem. Disse ter sentido os jogadores muito pilhados já no jogo contra o Vasco e que isso é ruim. Mas ressaltou que não há "queda na intensidade" de seus jogadores.

Já no fim da entrevista coletiva, diante da insistência dos repórteres sobre o gesto obsceno feito pelo volante Gabriel para a torcida do São Paulo (veja aqui), Carille se irritou e falou em "clima de guerra" no Morumbi, já que o ônibus corintiano foi apedrejado antes do jogo.

O técnico, que trabalha no Corinthians desde 2009, lembrou o comportamento de Ronaldo Fenômeno diante dessa recepção conturbada ao Morumbi:

– Se aconteceu (a provocação de Gabriel), sim, vai ser chamado a atenção na cobrança. Mas se quer falar de exemplo no Brasil, pqp, desculpe a palavra. A chegada aqui é sempre uma batalha. Mas eu gosto disso, acorda ainda mais o meu time. Eu lembro quando fizeram isso com o Ronaldo, ele lá no fundo do ônibus disse "puts, eles são burros, acabaram de me acordar.

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole