Esportes

42565

Após expulsão na estreia: ex-Azulão, Felippe Cardoso, recebe apoio na Ponte Preta

Atacante de 19 anos deixou o jogo contra o Corinthians no primeiro tempo

SÃO PAULO -O sabor especial de uma estreia no Paulistão deu lugar ao pesadelo por uma expulsão ainda na primeira etapa. Assim foi o panorama da primeira partida oficial do atacante Felippe Cardoso, de 19 anos, pela Ponte Preta. Entretanto, a vitória da Macaca por 1 a 0, diante do Corinthians, no Pacaembu, e o apoio recebido de algumas pessoas de dentro e fora do clube, entra elas o presidente de seu ex-time, Rubens Romanini, do Osvaldo Cruz, tem ajudado o jovem a se recuperar do baque.

Felippe acabou expulso por receber dois cartões amarelos. Aos 31 minutos, ele recebeu a primeira advertência, após falta por trás em Gabriel. Cerca de 10 minutos depois, em uma disputa com Pedro Henrique e Cássio, o atacante levantou demais a perna, acertou o pescoço do goleiro corintiano, recebeu o vermelho e saiu de campo chorando.

"Impossível não chorar em uma estreia dessa, logo contra o Corinthians", disse ainda no Pacaembu, o atleta, que minutos depois ouviu conselhos de Rubens Romanini.

"Ele estava muito abatido após o acontecido. Falei para ele que estava de parabéns, pois, no tempo que ficou em campo, jogou com personalidade, marcou, ajudou na recomposição, mostrou que tem qualidade. Expliquei que seu erro foi no primeiro lance, com o Gabriel, que dava para ser evitado. Mas quem é do futebol sabe, isso infelizmente acontece. Ele recebeu também todo apoio da equipe da Ponte. É esfriar a cabeça e pensar na próxima", falou o "ex-chefe" do atacante.

estava no Pacaembu ao lado de Luciano Baiano, atual treinador do time e comandante de Felippe no ano passado. Além de prestigiar a estreia do jovem, os representantes do Osvaldo Cruz foram a São Paulo com o intuito de definir o futuro de outras revelações do Azulão, que também pode ser o Moisés Lucarelli.

Juízo, menino!

Como destacou o ex-chefe, dentro de campo Felippe já mostrou em algumas oportunidades sua qualidade. Na disputa da quarta divisão do ano passado, o atacante anotou oito gols em 16 partidas, o que despertou o interesse da Ponte.

Pela base da Macaca, o jovem disputou, no final do ano, quatro partidas pela Copa RS de Futebol Sub-20, em que anotou cinco gols em quatro partidas e, com isso, foi promovido à equipe profissional para a disputa do Paulistão.

 

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole