Economia

3479

Limite para empenhar joias passa a ser de R$ 100 mil

O limite de crédito foi dobrado mas os juros serão 2,25% ao mês

Quem precisa de dinheiro na mão para saldar dívidas e não quer apelar para os juros do cheque especial e do empréstimo pessoal, pode fazer o penhor de joias, metais nobres com ou sem pedras preciosas, relógios, canetas e artigos de prata. A Caixa Econômica Federal dobrou o limite de empréstimo, de R$ 50 mil para R$ 100 mil, nessa linha de crédito, que tem juros de 2,25% ao mês.

 

A mudança já está valendo nas agências da Caixa. O objetivo é ampliar a oferta para um público com bens de grande valor e que ficava impossibilitado de recorrer ao penhor por causa do antigo limite. O banco espera um crescimento de 38,8% na procura pelo empréstimo.

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole