Destaque

44815

Polícia Civil identifica dupla acusada de aplicar golpe em empresário de Bastos; vítima teve prejuízo de mais de R$ 23 mil com venda de ovos

Vítima foi enganada ao comercializar 410 caixas de ovos para a dupla

BASTOS - A Polícia Civil de Bastos identificou uma dupla formada por um homem de 43 anos e sua filha de 21 anos, residente em Rio Claro (SP), acusada de aplicar golpes que resultaram no prejuízo de R$ 23.560,00 para um empresário de Bastos do setor agroavícola. Segundo o delegado Sandro Resina Simões, que comandou as investigações, realizadas pela equipe do SIG (Setor de Investigações Gerais) da Delegacia de Polícia Civil de Bastos, a vítima foi enganada ao comercializar 410 caixas de ovos para a dupla.

“No final do ano passado o empresário da cidade de Bastos efetuou a venda de dois carregamentos de ovos a desconhecidos. Toda a negociação foi entabuladas através de ligações telefônicas e de contatos no aplicativo WhatsApp. Na primeira foram vendidas 210 caixas de ovos contendo 360 unidades cada, no valor de R$ 13.105,00. Alguns dias depois foram vendidas 200 caixas de ovos, contendo 360 unidades cada, no valor de R$ 10.455,00” explicou o delegado responsável pela Delegacia de Polícia Civil de Bastos.

Sandro Resina Simões informou ainda que “os pagamentos foram efetivados com cheques do mesmo emitente, os quais foram devolvidos por insuficiência de fundos. A vítima não conseguiu mais contato com os adquirentes dos ovos”. O delegado relatou que o Setor de Investigações Gerais da Delegacia apurou que o golpe foi praticado por um homem de 43 anos e sua filha de 21 anos, então residentes na cidade de Rio Claro. 

Ainda segundo o delegado, o acusado “já registrava antecedentes criminais por apropriação indébita, falsificação de documento público e quatorze por estelionato. A filha não registra antecedentes criminais. Ambos serão processados por estelionato e poderão ser condenados a pena de até 5 anos de reclusão, além da multa” completou Sandro Resina Simões, destacando que as diligências foram executadas pelos policiais civis Nei, Nilton, Galego, Antônio, Jaqueline, Maran, Nelson, Marcos e Evandro.

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole