- Atualizado em 09:34

Destaque

43659

Partes fecham acordo judicial em R$ 400 mil para acidente que matou mulher em Parapuã

Acordo foi homologado pela Justiça de Adamantina

ADAMANTINA - Um motorista que mora em Adamantina e uma seguradora foram condenados a pagar 450 mil reais de indenização a familiares de uma motorista que morreu no dia 31 de julho de 2012 na Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294) em Parapuã.

Os autores da ação são a mãe e três filhos da vítima.

O acidente foi no final de julho de 2012 e os familiares entraram com a ação quase um ano depois, em maio de 2013.

A sentença em Adamantina saiu em 10 de novembro de 2015 e as partes recorreram

No Tribunal de Justiça foi negada a apelação do réu e dado ganho de causa em parte aos três filhos da vítima para incluir pensão mensal até completarem 18 anos no valor 2/3 do salário mínimo para cada filho por mês.

O benefício pode ser ampliado até os 25 anos, caso optem por cursar faculdade.

Desde então as partes entraram em negociação e ajustaram um acordo,  que terminou em R$ 400 mil reais.

Os termos do acordo foram homologados em Adamantina.

A seguradora vai pagar R$ 100 mil e o motorista mais R$ 300 mil divididos em sete parcelas.

Acidente foi em Parapuã

O motorista, que mora em Adamantina, transitava com seu carro no sentido Tupã/Dracena pela e na rotatória que dá acesso à SP-425 invadiu a contramão de direção e acostamento esquerdo, local onde atropelou a pedestre que estava às margens da Rodovia na altura do município de Parapuã.

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole