Destaque

44872

MP instaura inquérito civil para apurar taxa de iluminação pública em Sagres

Denúncia foi feita pelos vereadores Beto Pires e Zé Tonho

SAGRES - O Ministério Público de Osvaldo Cruz acatou denúncia dos vereadores Roberto Batista Pires (PP), o Beto Pires e Antônio Luiz Alves, o Zé Tonho (PPS) para apurar eventuais irregularidades na implantação da Taxa de Iluminação Pública em Sagres.

Segundo ofício assinado pelo promotor de Justiça do Consumidor, Owen Miuki Fujiki, houve a instauração do inquérito civil a partir de informações fornecidas pelos dois vereadores.

Em maio deste ano os vereadores protocolaram junto ao Ministério Público de Osvaldo Cruz um documento em que justificaram que a maioria dos contribuintes é contrária à cobrança como tem ocorrido devido a distorções quanto a valores e até mesmo envio de conta a pagar nesse sentido a morador da zona rural de Sagres, onde sequer há iluminação pública.

Beto Pires e Zé Tonho informaram no ofício ao MP de Osvaldo Cruz  o que chamam de "abusiva a cobrança" se comparada a política de exigência com a de outros municípios. "Também há cobranças diferenciadas de empresas e que a forma como se dá a cobrança fere-se os princípios da igualdade, isonomia, proporcionalidade e razoabilidade quando comparada com municípios do mesmo porte ou até maiores", afirmam.

Os vereadores protocolaram junto à Promotoria, ainda, um abaixo-assinado, a cópia da lei que instituiu a CIP (Contribuição de Iluminação Púlica) e ainda comparativos de cobranças com outras cidades.

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole