Destaque

42264

30 mil presos começam a deixar presídios de SP sem tornozeleiras para o Natal

Saídas serão gradativas e eles devem voltar até o dia 4 de janeiro

ESTADUAL -Cerca de 30 mil presos começaram a deixar os presídios de São Paulo nesta quinta-feira (21) na saída temporária de fim de ano. A novidade esse ano é que pela primeira vez desde 2010 eles não vão usar tornozeleira eletrônica. Em agosto deste ano, a Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (SAP) rescindiu o contrato com a empresa que fornecia as tornozeleiras, alegando uma série de falhas.

 

Os presos vão sair de forma gradativa e devem voltar até 4 de janeiro de 2018. Em 2016, tinham cerca de 7 mil tornozeleiras eletrônicas para monitorar os detentos em São Paulo. Parte dos equipamentos era usado por detentos que faziam trabalho externo do presídio durante a semana e retornavam à noite para dormir na cadeia. O restante dos aparelhos era destinado às saídas temporárias durante o ano.

Saída de presos em fim de ano

  • 2013: 23.933 presos
  • 2014: 27.936 presos
  • 2015: 29.232 presos
  • 2016: 33.093 presos

Detentos que não retornaram:

  • 2013: 5,51%
  • 2014: 5,39%
  • 2015: 4,58%
  • 2016: 4,61%

Para ter direito à saída temporada, o preso precisa estar no regime semi-aberto e ter bom comportamento na cadeia. Se for réu primário precisa ter cumprido um sexto da pena e se for reincidente precisa ter cumprido um quarto da pena.

A Secretaria de Administração Penitenciária de São Paulo disse que mesmo sem as tornozeleiras eletrônicas todos os presos serão monitorados pelas forças de segurança do estado. A

 

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole