Covid-19

52573

Região de Presidente Prudente regride novamente para a fase vermelha

Nova reclassificação do Plano São Paulo foi anunciada nesta sexta-feira (22) pelo governo do Estado.

PRESIDENTE PRUDENTE - A região de Presidente Prudente voltou a regredir nesta sexta-feira (22) para a fase vermelha do Plano São Paulo, de acordo com nova reclassificação anunciada pelo governo do Estado.

Com isso, as atividades econômicas consideradas não essenciais voltam a ficar proibidas de funcionar e de fazer o atendimento presencial do público nos estabelecimentos.
 
As medidas mais restritivas entram em vigor a partir da próxima segunda-feira (25), segundo o governo do Estado.
 
Os 56 municípios do Oeste Paulista estão divididos entre os Departamentos Regionais de Saúde (DRSs) de Marília e de Presidente Prudente.
 
Quando começaram as atualizações do Plano São Paulo, em 27 de maio de 2020, os 44 municípios do Oeste Paulista vinculados ao DRS de Presidente Prudente estavam classificados na fase amarela. Depois, em 10 de junho, regrediram para a fase vermelha, na qual permaneceram até 10 de julho, quando subiram para a etapa laranja. Esta região continuou estagnada, sem evolução ou decréscimo, na fase laranja, até conseguir passar para a etapa amarela no dia 4 de setembro. Em 22 de dezembro, o DRS de Presidente Prudente recuou para a fase vermelha, a mais restritiva do Plano São Paulo. No dia 8 de janeiro de 2021, na primeira atualização do Plano São Paulo neste ano, o DRS de Presidente Prudente evoluiu para a fase laranja, etapa em que foi mantido em 15 de janeiro. No entanto, nesta sexta-feira (22), houve o regresso para a fase vermelha.
 
Já os 12 municípios do Oeste Paulista atrelados ao DRS de Marília começaram, em 27 de maio do ano passado, na fase laranja. Em 19 de junho, decaíram para a fase vermelha. Em 10 de julho, subiram para a fase laranja, na qual ficaram até a atualização feita em 7 de agosto, quando evoluíram pela primeira vez para a etapa amarela. No dia 21 de agosto, voltaram a regredir para a fase laranja, na qual permaneceram até o dia 4 de setembro, quando retornaram para a etapa amarela. Na atualização do Plano São Paulo feita em 22 de dezembro, o governo do Estado manteve o DRS de Marília na fase amarela. No dia 8 de janeiro, houve o recuo para a etapa laranja e, uma semana depois, mais um regresso, agora para a fase vermelha, que foi mantida nesta sexta-feira (22).
 
De acordo com os indicadores do Plano São Paulo atualizados nesta sexta-feira (22), com base em dados da quinta-feira (21), a ocupação de leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) destinados ao tratamento de pacientes com Covid-19 é de 81,4% no DRS de Presidente Prudente. A capacidade hospitalar é de 12,0 leitos para Covid-19 por 100 mil habitantes nesta região.
 
Já no DRS de Marília, a ocupação de leitos de UTIs para Covid-19 é de 87,9%. Nesta região, a capacidade hospitalar é de 15,8 leitos para Covid-19 por 100 mil habitantes.
Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole