Cidade

47442

Moradores reclamam de incêndio criminoso e poluição no Residencial Figueiras

Queimar mato é crime ambiental, segundo Secretaria Municipal

OSVALDO CRUZ - Criminosos voltaram a colocar fogo em mato, desta vez no Residencial Figueiras, próximo ao Conjunto Beija-Flor. A fumaça incomodou a vizinhança, que publicou fotos pelas redes sociais. Queimar mato é crime ambiental, segundo a Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente.

A Secretaria alerta a importância das denúncias. "A primeira vez o proprietário será notificado e na segunda já é multa. Às vezes não conseguimos descobrir quem é o autor do incêndio, daí não temos como multar. Às vezes o proprietário é de outra cidade e pagou para alguém roçar e daí alguém passou e botou fogo, mais ou menos isso", contou a engenheira ambiental, Silvana Maciel, da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente.

A engenheira lembrou que o preço médio para se promover uma limpeza e roçada em terrenos urbanos é de R$ 50. Já a multa aplicada em caso de queimadas pode chegar até a R$ 600 dependendo do dano causado. "Além disso, o infrator ainda respondendo por crime ambiental de acordo com a Lei Municipal 3021 de dezembro/2013. Lembrando que estamos no outono, estação de poucas chuvas, baixa umidade relativa do ar e aumento dos problemas respiratórios em crianças e idosos", disse Silvana Maciel.

As denúncias podem ser feitas pelo telefone (18) 3529-1877 junto à Prefeitura.

Nona Dulce 187 (cidade) - 03/04/2019

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole