Cidade

50901

Mazucato espera resultado de instituto para confirmar óbito por Covid-19

Em entrevista à Rádio Metrópole, Edmar Mazucato disse que a paciente deu entrada no hospital com outras complicações.

OSVALDO CRUZ - Mesmo com um óbito oficial, que conta no boletim epidemiológico da secretaria de Saúde de Osvaldo Cruz, o prefeito Edmar Mazucato (PSDB) disse que vai esperar o resultado dos exames do Instituto Adolfo Lutz para apontar, ou não, o Covid-19 como causa da morte de uma mulher na Santa Casa local.

Em entrevista à Rádio Metrópole, Edmar Mazucato disse que a paciente deu entrada no hospital com outras complicações.
 
“O óbito não está confirmado pelo Adolfo Lutz. A confirmação só vem depois, a paciente estava sendo tratada por outros problemas e foi feito um teste rápido, mas a confirmação não veio ainda”, disse.
 
Ainda durante a entrevista, Mazucato foi questionado sobre o aumento repentino de casos, já que nos últimos quatro dias, foram 24 novas confirmações – sendo 14 somente entre segunda e terça-feira, recorde de casos desde o início da pandemia em Osvaldo Cruz.
 
Segundo ele, o aumento aconteceu graças aos testes que foram realizados. “Determinei que se teste o maior número de pessoas possíveis”, resumiu Mazucato.
 
“Não podemos ser omissos, temos 1.300 testes que recebemos do Governo do Estado e vamos comprar mais. Faremos testes no maior número de pessoas possível para mostrar a real situação do município. As pessoas ainda estão achando que é brincadeira, vemos aglomeração, pessoas idosas na rua, e se os casos aumentarem muito, a Santa Casa não vai ter leito para todos”, finalizou o prefeito.
 
Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole