- Atualizado em 16:31

Cidade

49005

Justiça determina ressarcimento a moradores do Beija-Flor em Osvaldo Cruz

Moradores esperavam decisão por anos

OSVALDO CRUZ - Após anos de espera os moradores do Conjunto Habitacional Beija-Flor, sistema Minha Casa Minha Vida, em Osvaldo Cruz receberam uma boa notícia. Em meio aos problemas estruturais dos imóveis, os mutuários deverão ser ressarcidos, segundo uma decisão judicial.

Problemas como estruturas metálicas de telhados enferrujadas e pisos soltos são alguns dos problemas relacionados na ação onde estão 305 moradores. Em média, cada um vai receber R$ 35 mil para os reparos. Mas o dinheiro não será liberado agora. Em entrevista à TV Fronteira a advogada Lilian Foganholi, afirmou que da decisão de primeira instância ainda cabe recurso e a previsão é que os pagamentos saiam no final de 2020.

Com 454 unidades o Conjunto Beija-Flor foi construído no sistema Minha Casa Minha Vida (com recursos federais) pela Construtora Aterpa. Inaugurado há quatro anos, desde o início das moradias os problemas foram logo verificados. Problemas em estruturas elétricas, vazamentos hidráulicos, aquecedores solares sem funcionamento são alguns dos problemas do dia a dia.

Moradores relatam que em várias oportunidades é comum o convívio com curto circuitos por problemas no sistema elétrico e em algumas moradias os residentes deverão trocar os fios nas residências.

A Construtora Aterpa não se manifestou ainda sobre o caso. 

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole