- Atualizado em 08:24

Cidade

42738

Justiça condena Luan Verri a 14 anos de prisão pela morte de Cristiano Cardoso

Assassinato foi em fevereiro do ano passado

OSVALDO CRUZ - O Tribunal do Júri de Osvaldo Cruz condenou ontem (1) o réu Luan Verri a 14 anos de prisão pela morte de Cristiano Cardoso em fevereiro do ano passado 2017.  Na época,  a vítima foi assassinada na madrugada do dia 9 daquele mês próximo à rotatória do Cristo.

O acusado em seu interrogatório diante dos jurados, negou a autoria do crime, mas os jurados entenderam pela condenação. 

Segundo a denúncia do Ministério Público, Verri  e a vítima teriam se desentendido momentos antes do assassinato por algum motivo. Tudo parecia ter sido resolvido, quando algumas pessoas perceberam a aproximação de Cristiano. A vítima vinha cambaleando e caiu próxima à rotatória e apresentava um ferimento na altura do peito.

Ele foi socorrido, mas não resistiu e morreu. A Polícia Civil descobriu que Luan Wellington Brayan Verri foi o autor do crime. Ele foi preso e levado a julgamento, onde foi condenado por homicídio qualificado com pena de 14 anos  em regime inicialmente fechado. Devido a antecedentes criminais anteriores, Verri vai cumprir no mínimo, 8 anos e 2 meses em regime fechado. O réu foi inocentado da acusação de corrupção de menores.

 

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole